Semifinalista da Taça Dirceu Krüger do Campeonato Paranaense, o Coritiba, que oscilou mais uma vez na disputa do segundo turno, sabe, que a partir de agora, qualquer erro pode ser fatal para as pretensões do clube de alcançar o título do Estadual. O primeiro obstáculo que o Coxa terá pela frente será diante do Londrina, neste domingo (7), às 16h, no Couto Pereira. Além de ser um concorrente que vai jogar a Série B do Campeonato Brasileiro, o duelo diante do Tubarão pode ser a afirmação que a equipe alviverde espera para confirmar a retomada do bom momento.

+ Gringo: Coritiba confirma a contratação do chileno Arancibia

“Será uma afirmação para o nosso time. É um jogo decisivo e não temos mais como oscilar. Vamos procurar vencer e ir para a final do segundo turno. É um jogo que pode mostrar que nosso time tem competência para chegar mais longe nesse Estadual. Nosso foco é estar bem preparado para o jogo decisivo de domingo”, garantiu o zagueiro Alan Costa.

O lateral e meia-atacante Patrick Brey assumiu a obrigação que o Coritiba tem de vencer o Londrina e avançar para à final do segundo turno do Campeonato Paranaense. Para ele, chegou a hora do Coxa colocar à prova a sua grande na disputa do Estadual.

+ Em alta: Com um mês de Coxa, Alex Muralha afasta desconfiança

“Acredito que por a gente estar fazendo um campeonato bom, eles vão vir para Curitiba para tentar tirar o resultado da gente. Mas a gente é o grande. Com todo respeito ao Londrina, a gente é o Coritiba e temos que ganhar de qualquer forma”, reforçou o jogador.

Não que tenha feito, neste segundo turno, apresentações de encher os olhos. Apesar da oscilação, o Coritiba demonstrou certa evolução sob o comando do técnico Umberto Louzer. Reflexo também, segundo o zagueiro Alan Costa, da perda do título do primeiro turno para o Toledo, em pleno Couto Pereira, que acabou tirando a equipe alviverde da zona de conforto.

+ Nova: Uniforme 3 do Coritiba homenageia time campeão em 1999

“Nosso foco no turno passado era ser campeão. Chegamos à final, mas não ficamos com o título. Teve ainda mais trabalho, empenho e dedicação. É uma situação que te tira da zona de conforto. Quando você está ganhando, o ser humano deixa cair um pouco. Desde que o Umberto chegou ele nos tirou da zona de conforto. Vamos agora em busca do título do segundo turno e depois do Estadual”, cravou o defensor alviverde.

Enquanto o Coritiba tem a semana cheia para trabalhar, o Londrina fez ontem diante do Botafogo-PB, o duelo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, no Estádio do Café. Para Alan Costa, além do time chegar mais descansado para a decisão de domingo, o fator casa e o apoio da torcida alviverde podem fazer a diferença na luta pela vaga na decisão da Taça Dirceu Krüger.

+ Confira a tabela completa do Campeonato Paranaense

“O Londrina está com o calendário mais apertado, teve esse jogo no meio de semana. A gente sabe que o cansaço bate depois de 48 horas. Nós jogamos em casa, a responsabilidade aumenta sim, mas é nossa casa, diante do nosso torcedor. São fatores importantes que temos do nosso lado e que temos que tirar proveito para sairmos classificados no domingo”, concluiu Alan Costa.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!