Além de buscar reforços pontuais para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, que começa no final deste mês, o Coritiba vai usar esse tempo sem jogos para colocar a casa em ordem. Isso significa que a cúpula alviverde, ao mesmo tempo em que trará novos jogadores, deve também dar destino para alguns atletas que ou ainda não foram aproveitados, ou que dificilmente vão ter espaço na equipe comandada pelo técnico Umberto Louzer.

+ Leia também: Coxa tem briga boa na meta entre Muralha e Wilson

Dois casos específicos chamam a atenção. O zagueiro Rafael Lima, contratado no ano passado e com contrato vigente, está apenas treinando no CT da Graciosa desde o início da temporada. A vontade do atleta e da diretoria era de uma negociação ainda no primeiro trimestre, mas isso não aconteceu.

O defensor, então, sequer foi inscrito no Campeonato Paranaense e ficou apenas treinando com o restante do elenco. A diretoria chegou a iniciar conversas para negociar Rafael Lima, mas as mesmas não evoluíram e, sem jogar, o jogador apenas onerou os cofres do clube.

+ Mais na Tribuna: Coritiba está de olho em zagueiro do Caxias

Quem também não jogou neste começo de temporada foi o meia Carlos Eduardo. E nem deve vestir a camisa do Verdão. O armador, com contrato até o mês que vem, passou a maior parte do tempo se recuperando de uma lesão grave que sofreu no tornozelo durante um treinamento ainda na reta final da Série B do ano passado. A diretoria do Coritiba não deverá estender o vínculo do jogador.

Quem também ainda não tem a sua situação definida é o lateral-esquerdo William Matheus. Depois de ser emprestado ao Guarani para a disputa do Paulistão, o jogador retornou, mas tem um dos maiores salários do elenco. Depois da última temporada ruim, o atleta perdeu espaço, chegou a ser contestado em alguns jogos no Couto Pereira e deve ser mais um que a diretoria pode negociar antes do início da Série B.

Renovação

Por outro lado, o Coxa deve renovar o vínculo do atacante Wanderley. Autor do gol da vitória sobre o Londrina por 2×1 que garantiu o Alviverde na final da taça Dirceu Krüger, o centroavante conquistou comissão técnica e diretoria no dia a dia, nos treinos e nas atuações mais regulares nas poucas chances que teve no Paranaense. Com contrato até o final do Estadual, Wanderley já está em processo de renovação de contrato até o final da temporada.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!