O Coritiba voltou a vencer diante de seu torcedor. Na manhã deste sábado (25), com o Couto Pereira praticamente lotado, o Coxa bateu o Cuiabá por 2×1 pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols foram assinalados pelo artilheiro Rodrigão, aos 10 minutos do primeiro tempo e aos 35 do segundo. O jogo foi marcado também pela reestreia do meia-atacante Rafinha, que foi fundamental para a construção da vitória (placar). O Coxa soma agora 8 pontos na tabela da competição.

Com um primeiro tempo ofensivo, o Coritiba parecia que iria vencer com tranquilidade o confronto diante dos mato-grossenses, porém caiu de produção na segunda etapa e deixou os visitantes empatarem. Em uma lance de bola parada, quando parecia que o Verdão teria que se conformar com o empate, Rodrigão voltou colocar o Coxa na frente.

Rodrigão novamente deixou a sua marca. Foto: Hedeson Alves.
Rodrigão novamente deixou a sua marca. Foto: Hedeson Alves.

Uma das novidades do time do Verdão para a partida foi a presença de Rafinha. Depois de seis anos longe do Alto da Glória, o jogador retornou ao clube mostrando que pode dar muita força ao time do Coritiba. Com inteligente movimentação e articulação de jogadas, desde o apito inicial o meia-atacante contribuiu de forma direta para a vitória que se desenhava desde o começo da partida.

O jogador chegou a balançar as redes, mas estava impedido. Em bonita tabela com Patrick Brey, o camisa sete conseguiu se infiltrar e chutar cruzado mandando a bola para o fundo das redes, porém, antes mesmo da finalização, o árbitro assistente já tinha marcado a posição irregular do atleta.

+ Veja como foi o jogo entre Coritiba e Cuiabá!

Mas se ele não fez, foi essencial para que fizessem. Foi dos pés de Rafinha o passe para o gol do Verdão. Aos 11 minutos, ele avançou e passou para Rodrigão na esquerda. O artilheiro invadiu a área e bateu na saída do goleiro do Cuiabá.

Na comemoração, o camisa 9 correu para a torcida e fez questão de dividir a alegria por voltar a balançar as redes. O jogador vinha sendo criticado por ter perdido pênaltis nas duas últimas partidas do time, contra o Londrina e CRB. O Coxa dominou a primeira etapa, mas não conseguiu ampliar. O Dourado pouco representou perigo na metade inicial, chegando com perigo apenas aos 44 minutos, com uma cabeçada de Todinho que passou raspando a trave do goleiro Wilson.

Determinado a mudar a postura de seu time em campo, o técnico Itamar Schulle, do Cuiabá, tratou de fazer logo duas alterações na entrada do segundo tempo. A estratégia deu certo e a segunda etapa começou com pressão dos visitantes. O Cuiabá veio com outra postura e emendou uma sequência de finalizações perigosas.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

Aos 14, o Coritiba não resistiu a pressão e sofreu o empate. Júnior Todinho, de cabeça, mandou para o fundo das redes. Na esperança de mudar o panorama de sua equipe que estava sofrendo em campo, Umberto Louzer também promoveu duas alterações de uma só vez depois de sofrer o gol. Saíram Vitor Carvalho e Giovanni, entraram Matheus Sales e Juan Alano.

O Coritiba sentiu o empate e não consegua reagir. O Cuiabá tinha domínio do jogo e gostava do empate e, por isso, segurou o quanto pôde. Porém, aos 35 minutos, a sorte do Coxa mudou. Em cobrança de falta de Diogo Matheus, o camisa 9 mandou de cabeça e colocou o time da casa mais uma vez na frente.

O próximo compromisso do Verdão na Segundona será somente no dia 3 de junho, uma segunda-feira, contra o América-MG, no Independência.

Rafinha foi um dos grandes personagens do jogo. Foto: Hedeson Alves.
Rafinha foi um dos grandes personagens do jogo. Foto: Hedeson Alves.

FICHA TÉCNICA
SÉRIE B

1º Turno – 5ª Rodada

Coritiba 2×1 Cuiabá

Coritiba
Wilson; Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e William Matheus (Igor Jesus); Vitor Carvalho (Matheus Sales), João Vitor e Giovanni (Juan Alano); Patrick Brey, Rafinha e Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer

Cuiabá
Victor Souza; Toty, Douglas Mendes, Edson Borges e Jean Patrick; Danilo (Alex Ruan), Alê e Marino (Caio Dantas); Escudero (Eduardo Ramos), Júnior Todinho e Felipe Marques.
Técnico: Itamar Schulle

Local: Estádio Couto Pereira
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca (PE) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)
Gols: Rodrigão, aos 10 do 1ºT e aos 35 do 2ºT (COR); Júnior Todinho, aos 14 do 2ºT (CUI)
Cartões amarelos: Diogo Matheus (COR); Toty, Marino (CUI)
Público pagante: 37.220
Público total: 39.252.