Em relação a 2013, o Coritiba já segue se mobilizando e pensando em contratações. Porém, como de costume, a diretoria não confirma nenhum nome e não dá detalhes nem mesmo de posições que são consideradas carentes dentro do elenco. “Não é ético ficar expondo carências de elenco com o campeonato ainda em andamento. Nesta época é bem comum surgir as especulações e o Coritiba está sempre buscando se reforçar e manter uma base da sua equipe de um ano para outro. Espero que isto possa acontecer mais uma vez”, afirma o superintendente de futebol Felipe Ximenes.

 

Quando questionado a respeito de atletas com nomes de maior expressão, como Michel Bastos, atualmente no Lyon, da França, o dirigente é direto. “O Coritiba está sempre aberto para contratar bons jogadores”, declara, sem dar pistas sobre qualquer negócio.

 

Porém, a expectativa é que poucas mudanças ocorram para 2013, uma vez que a maior parte do grupo coxa-branca ainda tem vínculo com o clube e deve ser mantido. “O mais importante é o Coritiba não perder o conceito de trabalho que tem sido mantido nos últimos três anos. A gente sempre tem no nosso elenco cerca de um 1/3 de atletas com contratos mais longos, 1/3 com contratos em andamento e mais 1/3 com contratos de curto prazo, que são as apostas”, completa Ximenes. Uma coletiva após o Brasileirão deve acontecer para anunciar contratações, renovações e o planejamento