A diretoria do Coritiba não poupou esforços para montar uma equipe de qualidade para a temporada 2013. Porém, apesar do alto investimento, o técnico Marquinhos Santos ainda não tem à sua disposição todos os jogadores contratados. Dos atletas que chegaram, o meio-campista Alex, os atacantes Arthur e Júlio Cesar, assim como o lateral Patric, tiveram seus nomes publicados no Boletim Informativo Diário da CBF e estão regularizados. Mas as situações do meio-campo Dario Bottinelli e do zagueiro Leandro Almeida esbarram nos trâmites burocráticos. Isso, no entanto, não impede que os novos contratados atuem no amistoso internacional contra o Colón, amanhã, às 17h, no Couto Pereira.

Em negociações internacionais, como a que envolve Leandro Almeida, contratado junto ao Dynamo Kiev, o registro é feito através de um software de transferência eletrônica da Fifa -o TMS (Transfer Matching System) -, mas os ucranianos não demonstram pressa em inserir os dados do negócio no sistema. O caso do meio-campo argentino é um pouco mais complicado. Por ser estrangeiro, Bottinelli depende, obrigatoriamente, de um visto junto ao ministério do Trabalho. O processo de renovação, uma vez que o argentino já atuava no país, pela equipe do Flamengo, leva alguns dias para ser concluído. Assim que definir esses impasses, o Coritiba só dependerá dos atletas que estão no departamento médico para estar com o elenco 100%.

Apesar disso, a demora em acertar os trâmites legais não prejudica o planejamento Coxa. Amanhã, o técnico Marquinhos Santos planeja levar a campo Vanderlei, Gil, Luccas Claro (Leandro Almeida), Escudero e Denis; Willian, Lincoln (Bottinelli), Alex, Rafinha e Julio Cesar; Deivid.