A principal aposta da diretoria do Coritiba para 2013 tem nome: chama-se sócio-torcedor. Trabalhando em paralelo à montagem de um bom elenco para a próxima temporada, o clube projeta metas ambiciosas para seu quadro associativo. A intenção é ampliar os atuais 31 mil sócios, sendo 28 mil em dia com as contribuições, para 40 mil já no próximo ano. Os números são ainda mais audaciosos quando se tratam de 2015: 50 mil contribuintes. “Caminhamos para fortalecer nosso quadro e a ampliação dele para 40 mil em 2013 e 50 mil em 2015, dentro de nossas várias modalidades”, garante José Rodolfo Leite, superintendente administrativo do clube.

A mais recente cartada da diretoria para incrementar os sócios foi o lançamento da campanha de marketing “Eu voltei! E você?”. Nela, o ídolo Alex convoca os torcedores para se associar ao Coxa. O detalhe é que o jogador também é sócio do Alviverde, desde 2004, o que dá mais credibilidade à campanha. De acordo com José Rodolfo, além de angariar novos sócios a peça de marketing tem como objetivo a manutenção dos sócios atuais. “Temos também como foco a manutenção de nosso quadro associativo, e ainda fazer com que os que deixaram de estar adimplentes por uma razão ou outra retornem com seus planos”, afirma. Ainda nessa linha, o dirigente comemora os bons frutos colhidos com o planejamento do clube. “Atualmente contamos com um dos maiores quadros associativos permanentes do país. Este era nosso maior objetivo: ter sócios permanentes e contínuos”, comenta.

Os dados refletem os resultados expressivos conquistados pelo Alviverde dentro dos gramados nos anos anteriores. Em janeiro de 2010 – data em que esboçava seu retorno à elite do futebol brasileiro -, o clube contava com 2.500 associados. Após o acesso, e a vitoriosa campanha de 2011, com a conquista do campeonato estadual de maneira invicta, maior série de vitórias seguidas já registradas num clube no mundo (24), além da final inédita da Copa do Brasil, houve grande mobilização da torcida em torno do projeto do Coritiba, com o quadro de sócios disparando para 31 mil – número que se manteve em 2012. Com isso, o Coritiba figura entre os clubes brasileitos com maior quadro associativo do país, o que garante uma receita fixa e atenua o abismo em relação à arrecadação dos clubes que recebem contas milionárias da televisão. O clube oferece diversas modalidades de planos de sócio-torcedor, com mensalidades a partir de R$ 9,90. Atualmente, o valor arrecadado com os planos de sócios representa 40% de toda a receita do clube.