A tarde de ontem foi de idas e vindas para o Coritiba. Se por um lado o clube confirmou as contratações do meio-campo Lúcio Flávio e do atacante Kléber, por outro, a diretoria alviverde confirmou as saídas do zagueiro Leandro Almeida, que vai vestir a camisa do Palmeiras, e do atacante Wallyson, que não se firmou no clube. A verdade é que, mesmo de forma impensada, uma coisa está ligada a outra. Se de um lado o Coxa enfraquece a sua defesa, o acerto com Gladiador só foi possível pela redução na folha salarial da ida de Leandro Almeida para o Palmeiras.

“Isso ajuda o nosso orçamento. Na saída do Leandro Almeida perdemos um zagueiro de qualidade, mas conseguimos trazer o Kléber com muita alegria e satisfação. O Kléber, conforme o codinome já diz, é um jogador de característica de luta, de trabalho e de perseverança. Além disso, isso equilibra o nosso orçamento”, destacou o vicepresidente Ernesto Pedroso.

Entretanto, a transferência do zagueiro Leandro Almeida para o Palmeiras pode trazer, além de dinheiro em caixa, o goleiro Aranha, que está na reserva do time paulista e mais um zagueiro. O Coxa ainda tem o direito de trazer três atletas do clube paulista por causa da negociação do meia Robinho. “A proposta de moeda de troca seria o Aranha pelos três jogadores e mais um zagueiro que eles possam ter, além de um pagamento em moeda pelo Leandro Almeida”, contou o dirigente, que pretende definir toda a negociação até o final da tarde de hoje.

Pedroso ressaltou ainda que o clube poderá trazer mais reforços, mas que isso dependerá do desejo do técnico Ney Franco, que ainda está fazendo uma análise mais detalhada do elenco. “Vamos ver o desenrolar dos treinamentos da semana, para ver como a composição do grupo fica. Se for necessário buscaremos reforços pontuais”, emendou.

Nova cara

As contratações de Lúcio Flávio e Kléber dão, segundo o vice-presidente coxa-branca, uma nova cara ao Coxa. Pedroso admitiu que o clube não foi feliz em algumas contratações. “Não fomos felizes na contratação de alguns jogadores e estamos nos ajustando. Mudamos o perfil do elenco com a chegada desses jogadores e também do Marcos Aurélio e do Esquerdinha. É um grupo mais experiente e a esperança é de que tenhamos acertado na receita”, concluiu Pedroso.

Orgulho! Leia mais do Coxa na coluna do Massa!