Domingo o Coritiba reencontra a torcida, após a perda da Copa do Brasil, na semana passada. O contato é aguardado por todos no Alto da Glória como um novo estímulo para o time embalar no Campeonato Brasileiro.

“Espero uma torcida apoiando o time da mesma maneira que sempre apoiou. E espero um time correspondendo a esse apoio na mesma proporção: lutando sempre com muita disposição e procurando jogar com qualidade para que possa vencer a grande equipe do Internacional”, analisa o técnico Marcelo Oliveira.

Logo após a partida contra o Vasco da Gama, vários associados mandaram e-mails de apoio aos jogadores e a central de relacionamento encaminhou todos eles para o CT da Graciosa. Uma força que foi bem recebida.

“A manifestação do torcedor não só pelo time, mas no dia-a-dia tem sido muito bom, porque perdemos jogadores no final da Copa do Brasil e eles fizeram falta”, diz o treinador.

Mas a torcida compareceu e o meio-campo Geraldo quer que ela continue presente. “Vai ser bom. Esperamos que o torcedor possa preencher o estádio como foi na final da Copa do Brasil, para poder apoiar”, avalia.

Para o jogador, o torcedor vai ser recompensado. “Porque temos objetivos de conseguir coisas maiores nesse campeonato, que é muito longo e ainda tem muita água para chover, muitos jogos para se jogar”, diz o angolano.

O treinador concorda. “É fundamental e ajuda muito, porque o torcedor é o maior patrimônio que o clube tem e precisa ser um aliado constante do time. Nós aqui, no trabalho do dia-a-dia e nos jogos, retribuindo e lutando muito, com muita disposição e em prol da vitória. Acho que há esse reconhecimento, porque nos últimos jogos ganhamos dois e perdemos um”, complementa o treinador.