O clássico Atletiba, disputado ontem à tarde, na Vila Capanema, oferecia o cenário ideal para o Coritiba se reabilitar no Campeonato Brasileiro. Afinal de contas, bater o arquirrival fora de casa elevaria não somente o moral do elenco alviverde, mas também a posição do time na tabela. Não foi o que aconteceu. Com a derrota por 2 x 1, de virada, o Coxa permanece estagnado na 15.ª colocação, com 31 pontos. Só que se antes quatro pontos separavam o Coxa da zona de rebaixamento, com os resultados da rodada a diferença caiu para somente dois pontos.

O Alviverde viu os adversários diretos contra o descenso se aproximarem perigosamente. Todos os times que estão abaixo da 15.ª colocação, ocupada pelo Coxa, somaram pontos. A exceção ficou por conta do virtual rebaixado e lanterna Náutico, que foi goleado pelo líder Cruzeiro (4 x 1). O São Paulo, atual 16.º, venceu o Vitória e alcançou os 30 pontos. Já Vasco, Criciúma e Ponte Preta – times que completam a zona de rebaixamento – empataram seus confrontos em 1 x 1.

Com o objetivo de somar pontos frustrado, o técnico Péricles Chamusca vê com otimismo as perspectivas de o time superar a crise em que se encontra em um curto prazo. “Tem derrotas e derrotas. O alerta já está aceso, mas estamos construindo as coisas pouco a pouco pra somar os pontos”, afirmou.