Acaba oficialmente nesta sexta-feira (23) o ano para o futebol do Coritiba. Em uma temporada de mais baixos do que altos e longe de brigar pelo acesso à primeira divisão, o time coxa-branca vai se despedir da Série B do Campeonato Brasileiro diante do atual campeão, o Fortaleza, a partir das 19h15, no Couto Pereira. Chance de, ao menos, terminar de forma honrosa e de também acabar entre os melhores rendimentos como mandante da competição nacional.

+ Leia também: Números escancaram campanha melancólica do Coxa na Série B

O Couto, aliás, foi um fator importante para o Alviverde durante a Segundona. Se não fosse o bom rendimento que tem dentro de casa, o Alviverde poderia até estar lutando contra o rebaixamento à terceira divisão. Isto porque, fora de casa, teve um péssimo aproveitamento. Foi somente o 17° melhor neste quesito e isso acabou influenciando diretamente para o clube, rodadas antes de acabar a competição, já não ter mais chances de acesso.

Assim, a motivação principal é de terminar a Série B com uma vitória, mas o Coritiba só poderá alcançar no máximo a nona posição. Pode também, com um resultado negativo, terminar no vexatório 13° lugar, isto porque tinha o maior investimento dentre todos os clubes da competição.

+ Mais na Tribuna: Indefinição sobre saída de Namur pode interferir futebol do Coritiba

O duelo diante do Fortaleza, sonhado no início da temporada por todos os coxas-brancas como aquele que poderia ser o jogo do acesso, deve ter mais uma vez um público baixo. Além do futebol ruim apresentado durante a Série B, o Verdão também passa por uma crise política nos seus bastidores com a possível destituição do presidente Samir Namur.

Grande parte da torcida está descontente com a atual gestão do Coxa, iniciada em dezembro do ano passado. Um ano depois, o clube colecionou insucessos em campo e a ideia da convocação da assembleia extraordinária foi assinada por 87 associados e tem o apoio de parte da torcida. Assim, a partida de hoje deve ser marcada mais uma vez por protestos dentro e fora do Couto Pereira contra a administração do atual mandatário.

+ Confira: Assembleia geral no Coritiba está confirmada

Apesar de todo esse clima tenso fora de campo, a diretoria já começou a planejar a próxima temporada. Definiu, nesta semana, a contratação do diretor de futebol Rodrigo Pastana e a permanência do técnico Argel Fucks. O treinador, aliás, deve dar mais uma vez chance para alguns jogadores das categorias de base no duelo contra o Fortaleza.

Para este compromisso, ele não poderá contar com alguns jogadores. O zagueiro Rafael Lima e o atacante Guilherme estão suspensos. Já o lateral-direito Leandro Silva e o meia Chiquinho, machucados, foram vetados pelo departamento médico. Na defesa, Alex Alves volta a ganhar uma chance. Na lateral-direita, o atacante Pablo será improvisado, enquanto Abner retorna na esquerda depois de cumprir suspensão.

O meio de campo para encarar o campeão da Série B também terá mudanças. Simião deixa a equipe e o trio será formado pelo volante Vitor Carvalho e pelos meias Kady e Matheus Bueno. Na frente, quem ganha uma chance é o atacante Nathan. Ele formará a trinca ofensiva do Verdão ao lado dos atacantes Guilherme Parede e Alecsandro.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B
38ª Rodada 2° Turno

Coritiba x Fortaleza

Coritiba
Rafael Martins; Pablo, Alex Alves, Alan Costa e Abner; Vitor Carvalho, Matheus Bueno e Kady; Nathan, Guilherme Parede e Alecsandro.
Técnico: Argel Fucks

Fortaleza
Marcelo Boeck; Tinga, Diedo Jussani, Ligger e Bruno Melo; Felipe, Nenê Bonilha, Marlon e Dodô; Gustavo Henrique e Éderson.
Técnico: Rogério Ceni

Local: Couto Pereira
Horário: 19h15
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!