Ainda buscando reforçar seu elenco para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba terá que resolver um entrave com o Santos para contar com o lateral-esquerdo Romário, atualmente no Ceará. O jogador pertence ao Peixe, que só deve liberá-lo para acertar com o Coxa caso a diretoria acerte a pendência financeira que tem por conta dos empréstimos do zagueiro Cléber Reis e do meia Rafael Longuine no ano passado.

Os dois jogadores chegaram ao Alviverde no decorrer de 2017 por empréstimo. Assim, o time coxa-branca teria que pagar ao Santos pelas negociações, mas a dívida não foi quitada pela antiga diretoria. Por isso, essa pendência terá que ser arcada pela atual gestão para que Romário possa defender o Verdão na sequência da segunda divisão.

O Ceará, atual clube do jogador, já aceitou liberá-lo para acertar com o Coritiba. No entanto, o lateral-esquerdo tem contrato com o Santos até 2022. A expectativa é de que tudo seja definido ainda essa semana entre todos os lados. Enquanto isso, Romário vem treinando normalmente no time cearense.

Confira a classificação completa da Série B

Se a negociação for concretizada, Romário vai disputar posição com os laterais-esquerdos William Matheus e Abner. O primeiro tem sido titular, mas tem errado demais e deve perder espaço. O segundo, revelado no Coxa, retornou neste ano depois de uma passagem sem destaque no futebol europeu, mas não conseguiu se firmar e até chegou a ser usado na equipe de Aspirantes. Por isso, o meia Chiquinho, no duelo deste sábado (4), diante do Fortaleza, no Castelão, deve atuar improvisado na função.