A temporada de 2018 começou para o Coritiba no dia 21 de janeiro com um empate em 1×1 diante do Prudentópolis, no Couto Pereira. Do time que entrou em campo naquela oportunidade, somente o volante Simião e o meia Yan Sasse estarão em campo neste sábado, diante do Guarani, às 19h30, no Couto Pereira. Prova de que o planejamento inicial do departamento de futebol não deu certo e que alta rotatividade na equipe reflete no desempenho abaixo da média do Coxa durante toda a temporada.

+ Leia também: Corpo do ex-jogador Daniel é velado e enterrado em Minas Gerais

O Alviverde não conseguiu ter uma sequência de boas atuações neste ano. Seja no Campeonato Paranaense, na Copa do Brasil ou na Série B do Campeonato Brasileiro, o Alviverde sofreu com a falta de uma identidade. Reflexo também da falta de convicção da diretoria na escolha dos seus quatro comandantes desta temporada.

Estiveram à frente do time coxa-branca os técnicos Sandro Forner, Eduardo Baptista, Tcheco e, por último, Argel Fucks. Somente com o atual comandante é que o Coritiba ganhou corpo e teve apresentações mais convincentes. Mas foi tarde demais, já que a situação na Série B é delicada e o acesso à primeira divisão é pouco provável.

+ Mais na Tribuna: Clubes ameaçam paralisar a Série B por causa do Coritiba

Essa falta de identidade do Coxa durante a temporada passa muito pelas constantes mudanças no time. Como promessa de campanha, o presidente Samir Namur adotou a linha de utilizar os jogadores subindo das categorias de base na disputa do Campeonato Paranaense. De todos os que atuaram, somente o volante Vitor Carvalho segue entre os titulares. O zagueiro Thalisson Kelven foi irregular e, recentemente, perdeu a vaga na equipe, especialmente depois da chegada de Argel Fucks.

Daquele time que fez o primeiro jogo na temporada, somente o goleiro Wilson, o volante Simião e o atacante Guilherme Parede permanecem entre os titulares. No entanto, para o duelo contra o Bugre, o arqueiro está vetado pelo departamento médico e o goleador coxa-branca no ano está suspenso. Já o meia Yan Sasse, que foi titular naquela partida, só deve iniciar o jogo por conta da lesão do meia Chiquinho.

Confira a classificação completa da Série B

Alguns jogadores do compromisso com o Prude nem estão mais no Clube. Casos do lateral-direito César Benitez, dos zagueiros Werley e Walisson Maia, do volante João Paulo, do meia Ruy e dos atacantes Kléber e Léo Santos. O atacante Alecsandro chegou a entrar naquele jogo, mas passou por altos e baixos durante o ano e conseguiu se firmar na equipe titular somente agora. Chegou, inclusive, a ser afastado do elenco durante o ano.

Depois do Estadual, a diretoria, com mais capacidade financeira para investir, fez algumas contratações para a disputa da Série B, mas o Coritiba manteve suas dificuldades. Na verdade, dos novos reforços, poucos deram certo e conseguiram se firmar. Erros e falhas que estão custando caro na tentativa de o time coxa-branca conseguir retornar, já neste ano, à primeira divisão do futebol nacional.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!