O técnico Dorival Junior poderá comandar a equipe coxa-branca já no próximo domingo (31), diante do Cruzeiro, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, em Belo Horizonte. Na manhã desta quinta-feira, o STJD acatou a Preliminar do Recurso do treinador, que pedia a anulação do julgamento anterior.

No primeiro julgamento não foi respeitado o principio de defesa, que no caso, seria o acusado poder se defender. Na oportunidade, Dorival comandava a equipe coxa-branca diante do Figueirense e a defesa ainda não pode levar o técnico Cuca, ex-treinador do Santos, que seria testemunha de defesa, já que o treinador coritibano é acusado de ter ofendido a arbitragem na partida diante do time paulista.

A decisão, então, foi anulada e Dorival poderá comandar a equipe até novo julgamento, que ainda não tem data definida, mas que deve acontecer provavelmente na próxima semana.

O juiz que condenou Dorival Junior é o mesmo que condenou Carlinhos Paraíba, no início do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o Departamento Jurídico também esteve presente no Rio para resolver a questão.