Titular absoluto do Coritiba em nove rodadas do Campeonato Paranaense, o lateral-esquerdo Eltinho não esconde a alegria pelo bom início de temporada. Segundo ele, o momento atual é bem diferente dos tempos em que trabalhava como “faz tudo” de supermercado para ajudar a família – isso quando ainda era júnior do Paraná Clube.

Agora, após rodar também por Yokohama (Japão), Cruzeiro, Flamengo, Avaí e Internacional, o jogador comemora a decisão de retornar para Curitiba e prepara-se para estrear literalmente na Copa do Brasil.

O lateral-esquerdo nunca disputou o torneio da CBF. “É a primeira, e estou bastante confiante e concentrado. Sabemos que para chegar na Libertadores é o caminho mais curto. Hoje, o objetivo do Coritiba é conquistar a Copa do Brasil para chegar à Libertadores também”, aponta Eltinho.

Por isso, ele também vai na carona do técnico Marcelo Oliveira e deixa para pensar no clássico só na quinta-feira. “É um jogo muito importante que a gente tem no final de semana, mas primeiramente estamos focados no Ypiranga-RS (às 19h30 de amanhã no Colosso da Lagoa) e depois do jogo vamos pensar no Atlético”, pondera.

Antes disso, ele avalia este início de 2011, confirmando que seu plano era conquistar a condição de titular deo Coritiba logo no início da temporada. “A pré-temporada foi muito bem feita, deu uma base boa para todos os atletas. É o meu melhor início, não tive nenhuma contusão, e já estamos indo para o décimo jogo seguido. Então, para mim, é bastante importante isso”, avalia.

Nada mal para quem trabalhava num supermercado em 2006, aos 19 anos. “No começo eu era mais empacotador. Foi passando o tempo, trabalhei quase dois anos lá e fui repositor, entregador, fazia de tudo”, revela Eltinho.

Não era uma vida fácil. “Precisava trabalhar para ajudar a família. Tinha contrato (com o Paraná), mas ganhava pouco. Tirava praticamente igual no mercado e no clube. Meu primeiro contrato como profissional era de R$ 500,00”, relembra Eltinho, disposto a reeditar na Copa do Brasil o bom início do Estadual.