O protagonista de um time pressionado. Com nove gols marcados neste ano, sendo seis deles no Campeonato Brasileiro, o atacante Guilherme Parede vive um bom momento em sua carreira, mas não comemora a boa fase por conta da situação em que o Coritiba se encontra na Série B. Na oitava colocação, com 23 pontos somados em 15 rodadas, o Verdão está deixando a desejar quanto ao seu desempenho na Segundona.

Visto no início da temporada como o “grande” da disputa, a expectativa era de que o Alviverde pudesse brigar desde o começo pelo título da competição. Porém, até o momento, a equipe esteva na área de classificação somente em três rodadas. Por esse motivo, o artilheiro preferia estar vivendo outra realidade com a equipe. “Fico feliz pela minha atuação, mas queria o Coritiba lá em cima, brigando pelo G4”, falou Parede.

A campanha do Alviverde no Brasileirão tem sido irregular. Apesar de estar invicto no Couto Pereira, com seis vitórias e um empate, longe de seus domínios o Coxa não conseguiu comemorar uma vitória sequer e, por isso, o desempenho da equipe tem sido bastante contestada. No último sábado (14), um grupo de torcedores foi ao CT da Graciosa para falar com o presidente do Coritiba, Samir Namur. Representantes de duas torcidas organizadas – Dragões e Camisa Alviverde – exigiram do mandatário uma atuação mais convincente do time em campo.

Os torcedores com o presidente Samir Namur. Foto: Reprodução
Os torcedores com o presidente Samir Namur. Foto: Reprodução

O relato de alguns torcedores que estiveram no encontro é de que a “reunião” durou quase uma hora. Cerca de vinte pessoas fizeram questionamentos a Samir Namur e outros três membros da diretoria, os vice-presidentes Jorge Durão, Paulo Baggio e Aníbal Mesquita. Não houve confusão, a tônica da conversa foi o mau rendimento do time na temporada, neste momento fora do G4 da Segundona e sem ter vencido um jogo sequer fora do Couto Pereira.

Durante o encontro, Namur defendeu com veemência a atuação da diretoria, aprovando as condutas administrativas que precisou realizar até aqui. Este foi um raro momento de contestação ao dirigente, já que ele tem evitado falar com a imprensa. A última entrevista coletiva que concedeu  foi após a derrota para o Goiás, na eliminação da Copa do Brasil, apesar de ter estado presente na apresentação oficial do técnico Eduardo Baptista, em abril. Na ocasião ele não se pronunciou.

Sobre toda essa pressão que vive o Coritiba, Guilherme Parede compreende a “bronca” vinda das arquibancadas. “O torcedor tem razão. A gente vem devendo mesmo. E fora de casa não ganhamos uma. Só perdemos ou empatamos”, lembrou o jogador, que vive essa contradição entre estar contente por sua artilharia, mas incomodado com a fase do time.

O camisa 77 é o terceiro jogador do elenco que mais atuou pelo Coritiba este ano, com 26 partidas na temporada, só perdendo para Wilson, com 33, e Thalisson Kelven, com 28. Guilherme Parede atribui seu bom desempenho ao apoio que está tendo desde sua volta ao time. Cria da base, o atacante teve passagens, em 2017, pelo Ypiranga-RS, J. Malluceli e no Sub-23 do próprio, mas este ano retornou ao time principal.

“Foi fundamental para mim minha volta pra cá, com as pessoas acreditando em mim e mostrando como eu deveria melhorar, me dando apoio e suporte. Tudo isso faz que eu possa ajudar o Coritiba que é meu principal objetivo” , contou o atleta de 22 anos, que diz se empenhar ao máximo para estar em boas condições dentro de campo. “O trabalho diz tudo. Venho lutado, acreditando em mim e no clube, que me apoia e dá todo o suporte que eu preciso. No dia a dia eu trabalho, eu corro atrás, procuro dar o meu melhor sempre”, disse.

Confira a tabela e a classificação da Série B!

Pensando grande para quem sabe, futuramente, dar passos mais importantes em sua carreira, Parede garante que fará de tudo para contribuir para que o Coritiba, saia dessa situação incômoda e consiga o acesso à Série A. “Aqui para mim está ótimo, mas eu sonho alto, quero mais pra minha vida, então isso faz com que eu esteja desempenhando um bom futebol, e venha ajudando o Coritiba para a gente sair dessa situação e estar em cima na tabela que é nosso objetivo”, finalizou o artilheiro do time.