O ex-jogador Alex decidiu encerrar sua carreira no time que o formou. Mesmo com propostas mais vantajosas, o meio-campista veio ao Coritiba e se aposentou na última rodada da Série A de 2014, no Couto Pereira, no triunfo contra o Bahia. Com uma ‘leve’ festa, diferente de outros dois clubes.

No final de março, o Palmeiras decidiu prestar a primeira despedida à altura do ex-atleta. No dia 28, com a presença de craques do passado, como Marcos, Evair, Edmundo, Zico, Aristizabal, Ademir da Guia, entre outros, Alex vestiu a camisa palmeirense depois de 13 anos de sua passagem no Parque Antártica. Festa legal, bonita e tenho que agradecer eternamente ao Palmeiras por tudo”, declarou na ocasião.

O Cruzeiro, time em que o camisa 10 se destacou, principalmente na Tríplice Coroa de 2003, também anunciou uma partida de despedida nesta semana, marcando o jogo festivo para o dia 27 do mês que vem. Atletas daquele time vencedor participarão da homenagem, além de jogadores que atuaram nas décadas de 80 e 90.

Os detalhes sobre a partida com nome de “Alex 10 Eterno” serão divulgados hoje, em entrevista coletiva, na Toca II. “Nação Azul, estaremos juntos novamente”, afirmou Alex, na rede social Instagram, já alvoroçando os fãs celestes nos comentários.

Já o Coritiba, time de coração do agora comentarista de televisão, segue sem programar nada oficialmente. Antes de ser eleita, a nova diretoria prometeu fazer uma homenagem grande, “do tamanho do Alex”. Após vencer o pleito continuou com o mesmo discurso. A tentativa de jogar contra o Fenerbahçe, na Turquia, não deu certo devido ao presidente do time turco, Aziz Yildrim, sequer receber o ex-jogador. Na sua saída do clube, dirigente e Alex tiveram problemas de relacionamento que culminaram em sua saída para o Alto da Glória.

Afastamento

Neste momento, o evento fica ainda mais improvável, pois Alex se afastou da diretoria após a saída do vice-presidente Ricardo Guerra e do gestor João Paulo Medina – foi a presença dos dois que levou o craque a apoiar a então oposição. “Era uma grande sonho fazer um amistoso com o objetivo fundamental de internacionalizar a marca do Coxa na Turquia e fazer uma homenagem do tamanho que o Alex merece. Esse era um sonho nosso, mas há outras possibilidades e estamos trabalhando”, limitou-se a dizer o vice André Macias.