Líder da Série B. Arena Castelão lotada. Adversário em grande fase. Vai ser esse o cenário que o Coritiba vai enfrentar neste sábado (3), diante do Fortaleza, às 16h30, no encerramento do primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar das dificuldades que o duelo vai trazer, é uma chance de ouro para o time coxa-branca mostrar a que veio na segunda divisão e confirmar que, até o final da competição nacional, vai lutar para retornar à elite.

Hora e vez para o Alviverde, quem sabe, embalar. Isto porque, até agora, tem oscilado muito. Tanto nos resultados, quanto nas suas apresentações. Por isso, vencer o Fortaleza, fora de casa, pode dar um novo rumo ao Verdão na segundona.

“A motivação é ainda maior. Você vencer o Fortaleza, que é líder, dentro da sua casa, tenho ceretza que no jogo seguinte o Couto vai estar lotado. É um desafio para nós chegar em Fortaleza e conquistar esse objetivo. Uma motivação chegar lá, fazer uma grande partida diante do líder, como fizemos diante do Goiás e fazer um jogo sem erros”, apontou o volante Uillian Correia.

Pelo menos a pressão de ainda não ter vencido como visitante o Coritiba não tem mais. No último jogo que fez fora de casa, também diante de um adversário em ascensão, o Coxa conseguiu vencer o Goiás por 1×0, em Goiânia, em um dos seus melhores jogos nesta Série B. Por isso, o próximo jogo está sendo encarado como mais uma final de campeonato.

“É um jogo de duas camisas pesadas e de dois times que estão brigando pelo acesso. Sabemos da importância do jogo, assim como foi diante do Goiás. A gente não vencia fora e conquistamos o resultado. Sabemos o que tem que fazer e da responsabilidade que temos aqui dentro. É encarar esse jogo como mais uma decisão, mais uma final para nós para fazer um grande jogo e conquistar os três pontos”, reforçou Uillian Correia.

O volante Uillian Corrêa ressalta a importância do confronto. Foto: Albari Rosa.
O volante Uillian Correia ressalta a importância do confronto. Foto: Albari Rosa.

Em que pese enfrentar o atual líder isolado da segunda divisão, o Coritiba tem um fator a ser explorado. O Fortaleza, nos três últimos jogos que fez no Castelão, não conseguiu vencer. Foram duas derrotas, para Oeste e Atlético-GO, e um empate, diante do Avaí. Uillian Correia, que se destacou pelo Ceará em 2015, conhece bem o Leão e sabe os percalços que o Alviverde vai enfrentar na capital cearense.

“Conheço bem. Joguei no Ceará em 2015 e enfrentei o Fortaleza várias vezes. Sei da dificuldade que é jogar lá no Castelão. A torcida empurra bastante. Dispensa comentários. São jogadores de qualidade, mas tem que servir de motivação para nós. Temos que chegar lá e fazer um jogo aguerrido, com vontade e com raça. Isso que a gente pensa para enfrentar o Fortaleza e conquistar os três pontos”, arrematou o camisa 6.

Confira a tabela e a classificação da Série B!

Além de marcar um novo rumo na Série B, o Coritiba pode também fechar o primeiro turno dentro do G4. Depende apenas de si. De uma vitória, na verdade, diante do Fortaleza. Depende, sobretudo, de acabar com a oscilação e estar em uma tarde feliz técnica e taticamente para conseguir bater o líder da Segundona.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!