Destaque do Coritiba na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, o atacante Guilherme Parede tem agradado a diretoria do Internacional neste começo de temporada. O Colorado, que comprou 25% dos direitos do jogador por R$ 1,5 milhão, estuda antecipar o direito de compra, que poderá ser exercido em dezembro. Assim, teria que haver uma conversa entre as diretorias para a negociação definitiva do atleta.

+ Leia também: Louzer admite falhas do Coxa, mas minimiza perda do título

O executivo de futebol do Inter, Rodrigo Caetano, admitiu a possibilidade de o clube antecipar a compra dos direitos de Guilherme Parede. “Para a permanência do Parede, teremos que desembolsar uma quantia, algo que está nos nossos planos. Podemos até conversar antes com o Coritiba”, afirmou o dirigente, em entrevista ao Zero Hora.

+ Mais na Tribuna: De fora da final, Coritiba quer aproveitar aprendizado pra Série B

Até o momento, ninguém do Colorado procurou o Coxa para discutir a venda definitiva do jogador. Até porque, o time gaúcho, até o momento, não teria pago todo o R$ 1,5 milhão da compra. Somente um terço do valor teria sido quitado, com o restante em atraso.

Para o Coritiba, a venda definitiva de Guilherme Parede neste momento poderia ser positiva para aumentar o fluxo de caixa. Lucrar neste momento com essa negociação também daria mais condições e mais fôlego financeiro para a diretoria qualificar o elenco para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, já que a conquista do acesso é considerada fundamental para o clube.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!