Revelado pelo rival Athletico, o meia Jadson vive um namoro com o Coritiba há alguns meses. Com o nome aprovado pelo técnico Eduardo Barroca, o jogador de 36 anos seria uma peça importante para o time no Brasileirão, trazendo qualidade no passe, arremate e visão de jogo para o elenco.

Uma reunião que aconteceria na última quarta-feira — e que poderia encaminhar o acerto — precisou ser desmarcada de última hora. Veja abaixo os detalhes do assunto:

O que falta para o acerto?

Primeiro, Jadson precisa rescindir seu contrato com o Corinthians. O vínculo atual com o Timão vai até o fim da temporada, mas o próprio jogador já se despediu do clube nas redes sociais. Seu futuro será longe do Parque São Jorge.

E por que a rescisão ainda não aconteceu?

Marcelo Robalinho, empresário do camisa 10, está na Inglaterra fazendo a negociação de outro jogador do Coxa, o lateral-direito Yan Couto. Somente após o retorno do agente ao Brasil que o desligamento oficial de Jadson com o Corinthians será feito. Essa negociação é importante, pois define como serão pagos os valores devidos pelo clube, provavelmente ao longo de dois anos.

Coritiba e Jadson já estão acertados?

A reportagem apurou que já foram discutidos valores para o acerto, mas o martelo ainda não foi batido. Oficialmente, o Coritiba nega.

“Não houve negociação. Só sondagem. Não falamos sobre valores, tempo, condições, multas, cláusulas, enfim, não discutimos termos”, garante o diretor de futebol Rodrigo Pastana, que espera o retorno do empresário do meia para voltar a discutir o assunto.

“Quando ele [Robalinho] retornar, voltamos a conversar. Existe o desejo de ambas as partes e temos que iniciar uma negociação”.

Fator financeiro

Após a situação de Jadson com o Corinthians se definir, o Coritiba precisará resolver a parte financeira do negócio. Jadson não é um jogador barato, mas certamente vai diminuir bastante sua pedida para jogar no Alviverde.

Mesmo assim, hoje, o clube não tem uma situação confortável para fazer um alto investimento em salários. Antes de acertar uma contratação como a de Jadson, a diretoria espera uma entrada de recursos.

A primeira opção é justamente a venda de Yan Couto, que sairia por 6 milhões de euros, com outros possíveis 6 milhões em bônus por metas cumpridas no Manchester City. Outra possibilidade é o acerto do contrato de televisão com a Globo, que ainda não aconteceu e ainda deve demorar pelo menos até março.

Redes sociais

Nas redes sociais, Jadson se mostra bastante próximo do Coxa. Ele já recebeu uma camisa do time de presente do filho do empresário Marquinhos Malaquias, por exemplo, e também já apareceu abraçando uma pequena torcedora do time do Alto da Glória. Indicações fortes de que ele já deixou no passado o pensamento de que nunca jogaria no clube, como citou em 2018. Jadson, aliás, já está morando em Curitiba, enquanto aguarda o desfecho de tudo.

+ Mais do Coxa:

+ Giovanni Augusto se empolga com possível reencontro com Jadson
+ Athletico e Coritiba estão entre os times que mais usaram jogadores da base
+ Como fica o esquema tático do Coritiba com Jadson?