Já virou tradição: sempre que um jogador se destaca no Paraná Clube, o Coritiba vai lá e contrata. Há mais de uma década o Coxa, observando o mercado local, cruza a cidade e vai à Vila Capamena buscar os jogadores que em algum momento se destacaram no rival. Quem não lembra de nomes como os dos meio-campistas Caio, Marquinhos e Lúcio Flávio, que tiveram boa passagem na primeira metade da década passada?

Recentemente, despontaram no Alviverde os volantes Léo Gago (que ao lado de Leandro Donizete formou uma dupla que até hoje deixa saudades) e Junior Urso, além do lateral esquerdo Eltinho, o atacante Anderson Aquino (principal artilheiro do Coxa em Copas do Brasil, com 8 gols anotados) e os meio-campistas Davi (peça fundamental do esquema tático do Coritiba em 2011) e Rafinha (talvez o maior destaque desde que o clube passou a beber na fonte do rival).

Para confirmar essa tradição, o Coritiba agora aposta no atacante Arthur. O jogador – destaque do Paraná Clube na temporada passada – chega como uma aposta da diretoria para o setor ofensivo, com a credencial de ter sido o principal artilheiro do Paraná Clube em 2012, com 11 gols. O recém-contratado sabe do salto que dá na carreira, e o desafio de jogar no Coxa. Por isso, quer quer mostrar serviço, seja em treinamentos ou nos jogos, estando à disposição da comissão técnica o quanto antes. “Penso em fazer um ano bastante diferente em uma equipe grande como o Coritiba. Penso em fazer o meu melhor para ajudar esse grupo. Vou me adaptando nos treinamentos para estar à disposição da equipe o mais rápido possível”, assegura.

A primeira chance do atacante pode mesmo estar próxima. O Coritiba inicia o Campeonato Paranaense com um time misto, comandado pelo auxiliar técnico Tcheco que a exemplo de tantos outros, se destacou no Paraná Clube, onde foi revelado – e composto por jogadores titulares e reservas, além dos novos reforços para a temporada 2013. Aí surge a possibilidade de Arthur estrear na primeira rodada do Estadual, diante do Operário, em Ponta Grossa, dia 20. “Espero estar à disposição do treinador. Se ele precisar de mim vou procurar ajudar”, finalizou.