O Coritiba vai viver uma realidade mais dura na próxima temporada. Em baixa e novamente com a Série B do Campeonato Brasileiro para disputar, o time, protagonista da segunda divisão deste ano, perdeu força no mercado e pode ver alguns de seus jogadores na mira de outros clubes. Esse fato, aliado a queda no investimento para o ano que vem pode pesar em possíveis saídas de atletas do elenco do Verdão.

+ Leia mais: Coxa vê seus possíveis contratados indo pra outros times

Depois de anunciar que 13 jogadores que tiveram seus contratos encerrados ao final deste ano não permaneceriam no clube para o ano que vem, o Coritiba pode ter mais alguns atletas de saída. O goleiro Wilson, destaque do Verdão nas últimas temporadas, é o mais assediado. Ídolo coxa-branca, o camisa 84 tem um alto salário e, mesmo sendo o principal jogador do elenco, a cúpula alviverde já admitiu negociar o atleta.

+ Veja também: Coxa tem prazo cada vez mais curto para trazer reforços

Avaí e Goiás, concorrentes do Coritiba na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro e que conseguiram o acesso à primeira divisão do ano que vem, sondaram o goleiro Wilson. Sobre o interesse do time catarinense, o ídolo alviverde, recentemente, esclareceu que não houve qualquer negociação e reforçou que seu vínculo com o Coxa vai até dezembro de 2020.

“Em virtude de algumas notícias relacionadas ao meu futuro, gostaria de esclarecer que tenho vínculo com o Coritiba até final de 2020 e em nenhum momento eu ou meus representantes negociaram qualquer situação relacionada ao Avaí, clube o qual temos o absoluto respeito”, declarou.

+ Mais na Tribuna: Confira o caminho do Coritiba na Copa do Brasil

O Goiás também entrou na parada para tirar o camisa 84 do Coritiba. O vice-presidente de futebol do time goiano, Mauro Pereira Machado, concedeu entrevistas à imprensa de Goiânia e confirmou o interesse em Wilson. No entanto, nos últimos dias, o próprio dirigente confirmou que a equipe esmeraldina desistiu da contratação do goleiro.

Isto porque, além de o Coritiba pedir uma compensação financeira para liberar o jogador, o goleiro Wilson está machucado. No final de outubro deste ano, o camisa 84 sofreu uma lesão no ligamento cruzado posterior. Uma intervenção cirúrgica não foi necessária, mas precisou ficar parado e a tendência é de que o seu retorno aos gramados aconteça durante a disputa do Campeonato Paranaense.

+ Vai e vem: Confira TODAS as notícias sobre o mercado da bola!

Se o goleiro Wilson tem boas chances de permanecer, o meia Yan Sasse pode estar de saída. O jogador foi revelado nas categorias de base, mas que ainda não conseguiu se firmar no time profissional alviverde e pode ser emprestado pela diretoria do Coritiba. O Fortaleza, campeão da Série B deste ano, e o América-MG, que caiu para a segundona, demonstraram interesse em contar com o atleta.

O empresário do meia Yan Sasse, Diogo Silva, confirmou as conversas com os dois clubes e a definição deve acontecer nos próximos dias. A oportunidade de disputar novamente a primeira divisão é o trunfo do Fortaleza para contar com o jogador. Neste ano, o armador foi irregular, até fez bons jogos e marcou gols importantes na Série B, mas caiu muito de rendimento e perdeu espaço no segundo turno da Segundona.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!