O Coritiba voltou da sequência de dois jogos fora de casa com apenas um ponto na bagagem. O empate em 2×2 diante do Criciúma, na noite de terça-feira (21), no Heriberto Hülse, foi ruim para as pretensões do time coxa-branca na Série B do Campeonato Brasileiro, mas, pelas circunstâncias do jogo, já que estava perdendo por 2×0, foi considerado positivo pelos jogadores. O time foi comandado mais uma vez pelo goleiro Wilson que, além de fazer grandes defesas, fez o gol de pênalti que decretou a igualdade em 2×2 diante do Tigre.

O camisa 84 lamentou o péssimo início de jogo, assim como já havia acontecido na derrota sofrida para o Atlético-GO e também o quinto jogo sem vitórias do Coxa na segunda divisão, mas ressaltou que o ponto conquistado foi importante, especialmente por estar atrás no placar.

“Foi um início muito ruim, com o time perdido em campo e o Criciúma jogando como queria, cruzando. Tomamos dois gols, o terceiro, mas estava impedido. Pedi para o time acalmar, organizar, se não tomaríamos mais. Conseguimos nos organizar mais e paramos de tomar sustos. Felizmente conseguimos o gol no final do primeiro tempo e que deu uma sobrevida para buscarmos o empate no segundo tempo. Não foi um bom resultado pela nossa situação, mas, pelas circunstâncias da partida, acabou sendo bom”, apontou ele.

Confira a classificação da Série B

Diante do Criciúma, o Coritiba mudou o esquema de jogo e alterou três peças com relação ao duelo contra o Dragão. No entanto, o time alviverde conseguiu se encontrar em campo somente no segundo tempo, depois que o técnico Tcheco aumentou o poder de fogo do Verdão, especialmente quando melhorou o setor de criação. Pela postura mais agressiva e pelo recuo do Criciúma, o empate acabou sendo um prêmio para o Alviverde.

“A gente buscou mais no segundo tempo. O time deles também tentou segurar o resultado, achar os contra-ataques, mas a gente não permitiu isso. Criamos chances, corremos atrás do resultado. Infelizmente não foi um bom resultado pela situação, mas depois de sair perdendo por 2×0, a gente consegue um pontos e quebrar essa sequência de derrotas. Vamos tentar vencer em casa agora o Oeste, na sexta-feira, e engrenar de vez na competição”, reforçou Wilson.

Leia também: Trio de ferro já usou quase 150 jogadores na temporada

O zagueiro Rafael Lima lamentou os erros defensivos no início do jogo e que culminaram nos dois gols do Criciúma em um intervalo de apenas dois minutos. O defensor espera que o Alviverde possa voltar a vencer o mais rápido possível e tem a chance de conseguir já nesta sexta-feira (24), diante do Oeste, no Couto Pereira.

“Bem na verdade, o Criciúma, no primeiro tempo, teve duas chances e conseguiu os dois gols. São erros recorrentes e que precisamos melhorar. A gente está em uma fase que o adversário não perde gol contra a gente. A fase é difícil e a gente está criando e não está fazendo. Temos que procurar minimizar cada vez mais os erros e conseguir as vitórias o mais rápido possível”, concluiu o defensor.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!