O presidente Samir Namur prometeu contratar até cinco reforços para o técnico Eduardo Barroca. A ideia do dirigente é trazer nomes que cheguem para assumir a titularidade no Coritiba.

Desde o início do ano, o clube esbarra nos salários para reforçar o elenco e teve negociações frustradas como os meias Jadson e Guerra e o atacante Berrío.

No entanto, o time ainda está no mercado e por isso listamos sete nomes que podem ser monitorados pelo Coxa:

Meias e atacantes

Elias (sem clube)

O meia de 34 anos está sem clube desde que deixou o Atlético-MG. Na ultima temporada, ele fez 53 jogos e marcou seis gols. Se destacou na carreira atuando como segundo volante, mas já jogou como meia mais avançado no início da carreira quando surgiu na Ponte Preta.

Evandro (Santos)

Experiente, Evandro é reserva do Santos | Foto: Ivan Storti/Santos

O meia-armador está sem espaço no Santos. Aos 33 anos, ele retornou ao Brasil no ano passado após oito anos na Europa. É um jogador técnico para ocupar a função de armação da equipe.

Shaylon (São Paulo)

Shaylon teve uma boa passagem pelo Bahia, mas não é utilizado no São Paulo | Foto: Felipe Oliveira/E.C Bahia

O jovem de 22 anos retornou ao São Paulo após uma passagem razoável pelo Bahia. É canhoto e atua preferencialmente pela meia ou pelo lado esquerdo. Shaylon é um jogador mais cerebral, que tem bom chute de fora da área. No ano passado, jogou 30 jogos no Bahia e marcou cinco gols. Este ano ainda não usado por Fernando Diniz no São Paulo.

Thaciano (Grêmio)

Thaciano é reserva do Grêmio, mas corresponde quando entra | Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O meia do Grêmio já está com 24 anos e ainda não decolou pelo Tricolor gaúcho, apesar de boas atuações. Devido a forte concorrência no setor, vale o Coxa buscar o empréstimo.

Volante

Ralf (Sem clube)

Ralf foi campeão brasileiro, da Libertadores e Mundial | Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Ralf está sem clube desde que deixou o Corinthians. É um atleta que tem um currículo de títulos que causa impacto no vestiário. Apesar de ter 35 anos, o volante tem o físico forte, tanto que atuou em 49 jogos no último ano. É forte na marcação e na liderança.

Laterais

Léo Pelé (São Paulo)

Léo Pelé está sem espaço no São Paulo | Divulgação São Paulo

Mais um jovem que está sem espaço no São Paulo. O lateral-esquerdo de 23 anos já fez boas temporadas na carreira no Fluminense (2017) e Bahia (2018). Só que no Tricolor ele está na reserva de Reinaldo e só jogou uma vez no ano.

Nino Paraíba (Bahia)

Destaque no ano passado, Nino perdeu a vaga de titular no Bahia | Foto: Felipe Oliveira/E.C Bahia

O lateral-direito de 34 anos está na reserva do Bahia e ainda não entrou em campo neste ano. No ano passado, ele fez um bom Campeonato Brasileiro. O setor é carente no elenco coxa-branca.

+ Mais do Coxa:

+ Técnico nega dependência de Rafinha e argumenta que Coritiba criou contra o Toledo