Revelado nas categorias de base do Coritiba, o meia Thiago Lopes está encarando este início de temporada como um recomeço no time coxa-branca. Depois de surgir bem em 2015 e de ajudar, naquele ano, o Verdão a escapar do rebaixamento na disputa do Campeonato Brasileiro, o jogador não conseguiu ter uma sequência.

Neste começo de 2018, foi o armador que melhor se adaptou no setor de criação alviverde e será mais uma vez importante no duelo decisivo desta quarta-feira (14), diante do Toledo, às 21h45, fora de casa, valendo a vaga para a semifinal da Taça Dionísio Filho do Campeonato Paranaense.

Sem espaço no Coxa, o meia Thiago Lopes foi emprestado ao Londrina, mas também não foi bem. De volta ao clube, o jogador garantiu que está mais maduro para, em 2018, ajudar o Alviverde a conquistar seus objetivos e, dentre eles, o acesso à primeira divisão na disputa da Série B.

“Talvez tenha faltado sequência. Com o tempo e com este empréstimo, amadureci e cresci, aprendi muitas coisas. Sei que fui criticado pela torcida e pela própria imprensa. Procuro absorver de uma forma diferente para crescer. Lógico que é complicado jogar um jogo e ficar 10 sem jogar. Todo jogador precisa de uma sequência. É isso que estou buscando. Cometi erros, o que faz parte do percurso, mas amadureci”, cravou o jogador.

Depois de aparecer bem no Brasileirão de 2015, Thiago Lopes, em 2016, não conseguiu ter uma sequência. Então, passou a ser testado em outras posições. Jogou como volante e até como lateral-direito pelo técnico Paulo César Carpegiani, mas não conseguiu se firmar. Agora, sob o comando do técnico Sandro Forner, está atuando na sua função de origem e na que mais está acostumado a atuar.

“Eu conversei com o Sandro (Forner), mas com outros treinadores desde quando subi em 2015 que sou meio-campo e sei o que fazer ali. Quando você é garoto, sempre quer estar jogando, mas nem sempre tem lugar. Sempre deixei claro que não era a minha posição, mas jogaria. Só joguei na minha posição em 2015 e agora nas últimas duas partidas. Contra o Londrina, me senti a vontade como armador e confiante para fazer as coisas. É opção do Sandro onde vai me colocar, mas me sinto bem no meio”, concluiu Thiago Lopes.

Diante do Toledo, nesta quarta-feira, o meia Thiago Lopes será mais uma vez o responsável pelo setor de criação alviverde. Na goleada sobre o Londrina por 3×0, no último sábado, fora de casa, além deter marcado um dos gols, participou dos outros dois e ganhou ainda mais a confiança do técnico Sandro Forner.