Se a partida está difícil, deixa com o Marcos Aurélio, que ele resolve. E ele aceita a responsabilidade. Fundamental na temporada do Coritiba, o baixinho marcou os dois gols na vitória contra o Atlético-GO, quinta-feira, pela Copa do Brasil, e admite que está sendo decisivo.

Até aqui foram oito gols anotados e ele quer chegar até 20 no final do Paranaense. Se ele cumprir o que promete, quem agradece é o técnico Marcelo Oliveira, que tem no camisa 10 uma espécie de válvula de escape.

“O Marquinhos é um jogador importantíssimo, que quando a bola cai no pé dele sempre sai uma jogada boa. Ele é um jogador que tem um poder de finalização muito bom”, elogia o treinador.

Na quinta-feira, em Goiânia, ele decidiu mesmo e recebeu os aplausos dos torcedores na saída do estádio. “Tenho o apoio dos torcedores, da diretoria e me sinto uma peça importante no Coritiba. Cada vez mais procuro estar desempenhando um bom futebol e ajudando a equipe”, avalia Marcos Aurélio,que se sente com a autoestima lá no alto.

“Tem jogos em que vamos muito bem, mas tem jogos que a gente decide. Vários jogos que eu já decidi para o Coritiba e esse foi mais um, que foi importante para mim e para os jogadores do time”, analisa.

O atacante avalia que a vitória no Serra Dourada, contra o Atlético-GO, possa ter servido para a boa campanha do Coritiba começar a ganhar projeção nacional. “Foi uma vitória muito importante para nós. Estamos vivendo um momento muito bom e espero que a gente possa continuar nesse ritmo, por que assim vamos longe”, destaca.

Interesse gremista

Pelas ótimas atuações, Marcos Aurélio já começa a despertar o desejo de outros clubes. Dessa vez, quem parece demonstrar interesse em contar com ele é o Grêmio. O clube gaúcho estaria disposto a cobrir a falta de Jonas com o camisa 10. No entanto, uma negociação nesse momento não é cogitada no Alto da Glória.