Os números mostram claramente que o Coritiba só está nesta situação delicada por conta dos pontos desperdiçados dentro do Couto Pereira. Desde a sua chegada, Marquinhos Santos nunca escondeu que seu “plano de ação” só terá êxito com a participação ativa da galera coxa-branca. O jogo de amanhã é apenas o primeiro de uma série de dez decisões que o Verdão fará no Couto Pereira. O jogo válido pela primeira rodada do returno é ainda mais emblemático, pois trata-se de um “duelo de seis pontos”, contra um adversário direto na luta contra o
rebaixamento.

Atolado na ZR, o Coritiba somou apenas sete pontos dos 24 disputados no Alto da Glória. “Precisamos desse apoio. O torcedor tem que abraçar esse time. Somente com essa postura é que podemos projetar uma reação”, avisou Marquinhos, confiante em um grande público amanhã à noite. “Todos têm que estar mobilizados. Confio neste grupo, que precisa engatar uma sequência de bons resultados”.

No jogo de amanhã, o técnico coxa terá a volta do volante Hélder, que não pôde enfrentar o Bahia por força contratual (é jogador do clube baiano).

Alex

O camisa 10 segue em recuperação, ainda sem previsão de retorno. O jogador revelou, através de sua assessoria, que conviveu com momentos de muita apreensão, pois perdeu a sensibilidade da perna direita, resultado de uma joelhada nas costas, desferida pelo zagueiro Chicão, do Flamengo.

“Hoje estou um pouco mais tranquilo. Após o jogo, quarta, quinta e sexta-feira, bem difícil e bem preocupado. Mas hoje estou um pouco mais tranquilo, satisfeito com a evolução. Mas realmente, as primeiras 72 horas foram de bastante apreensão. Mesmo os exames não tendo mostrado nada na coluna, não mostrado nada na musculatura na região onde eu sofri o golpe, tinha dificuldade e limitação no movimento da perna direita, e isso me preocupava bastante. Mesmo com os médicos e os fisioterapeutas falando que existiria uma evolução, que existiria a recuperação dos movimentos, isso realmente me preocupava bastante. Mas depois de iniciar a fisioterapia na sexta-feira, aos poucos fui recuperando os movimentos naturais da perna direita e estou um pouco mais tranquilo”, confirmou Alex, em nota divulgada por sua assessoria de imprensa.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook