Com o elenco em reformulação e com muitas saídas no time que terminou o ano passado, o Coritiba esteve ameaçado de perder jogadores importantes para a temporada de 2018. O goleiro Wilson, o zagueiro Werley, o lateral-esquerdo William Matheus e o atacante Kléber despertaram o interesse de outros clubes, mas decidiram permanecer no Coxa para buscar o acesso à primeira divisão na disputa da Série B. Mérito também da antiga diretoria, que consegui amarrar bem os contratos desses jogadores.

Wilson recebeu proposta do futebol turco, mas manifestou sua vontade de permanecer no Alviverde e conseguiu até uma valorização por defender o time por mais uma temporada. O ídolo coxa-branca revelou ainda que recebeu muitas mensagens da torcida coxa-branca quando os boatos surgiram.

“Recebi mensagens de torcedor achando que eu não ia ficar por não querer jogar a Série B. Não é demérito nenhum, estou muito feliz aqui, muito satisfeito no Coritiba. Tive coisas para sair, mas sempre falei que tinha que ser algo bom para mim e para o clube. O Coritiba entendeu que não valeria a pena e decidiu pela minha permanência. Já tinha contrato, tive uma valorização do clube também que fiquei satisfeito. Estou muito feliz aqui, espero fazer mais um grande ano individualmente falando, só que com resultados melhores e que possamos conquistar grandes coisas esse ano”, apontou Wilson.

Werley foi procurado pelo Vitória, mas reforçou que quer recolocar o Coxa na elite. Foto: Daniel Caron
Werley foi procurado pelo Vitória, mas reforçou que quer recolocar o Coxa na elite. Foto: Daniel Caron

Werley recebeu proposta do Vitória e contrato de dois anos com o time baiano, mas admitiu que o pensamento sempre foi de permanecer no Coritiba. “Chegou (a proposta), mas o pensamento sempre foi de ficar aqui. Ofereceram um contrato maior, mas o objetivo é ficar e ter um contrato maior aqui, até por uma segurança maior. Mostrei minha vontade, meu desejo e estou pronto para fazer uma grande temporada e voltar com o Coritiba à Série A, dar alegria ao torcedor, que está machucado, para a partir do ano que vem ser diferente, que o clube possa fazer campeonatos dignos porque merece”, declarou.

Kléber também teve a sua permanência colocada em xeque no mês de dezembro. O Gladiador, que é um dos principais jogadores do Verdão, tem contrato com o clube e admitiu que algumas propostas chegaram, mas que pretende ficar no Coxa até o final da carreira.

Kléber quer encerrar a carreira no Coritiba. Foto: Daniel Caron
Kléber quer encerrar a carreira no Coritiba. Foto: Daniel Caron

“Chegar, chega (propostas), mas tem que chegar aqui no Coritiba. O Coritiba não me procurou e tem que conversar com o clube, o passe é do clube. Tenho contrato aqui ainda. Realmente, teve algumas coisas e não sei a ideia do clube em relação a isso, se é negociar ou não. Estou chegando agora. Minha decisão foi sempre de permanecer, já disse e gostaria de ficar até o final da minha carreira, vamos ver se vai ser possível”, cravou ele.

Por fim, quem também ficou próximo de sair foi o lateral-esquerdo William Matheus. O jogador, que fez um bom primeiro semestre de 2017, teve sondagens do Vasco, mas reforçou a vontade de devolver o Verdão à Série A de 2019.

“Não olhei muito isso e fiquei sabendo das propostas que apareceram via internet. Em momento algum tive vontade de sair do Coritiba. Estou me reapresentando com a cabeça totalmente no Coritiba. Espero fazer um bom ano aqui e estar voltando à Série A do ano que vem”, arrematou.