A novela envolvendo a renovação do contrato do jovem atacante Mosquito com o Coritiba ganhou mais um capítulo. O jogador, através dos seus empresários, tentou na Justiça do Trabalho rescindir seu contrato com o clube, que vai até setembro deste ano. O pedido, no entanto, foi negado e o imbróglio envolvendo a prorrogação do vínculo com o Coxa segue incerto. Pior para a jovem revelação do Verdão, que segue apenas treinando e sem atuar na equipe profissional.

De acordo com o processo, Mosquito pediu a rescisão do seu contrato com o Coritiba alegando atrasos no repasse de FGTS. A Justiça teria reconhecido esse atraso, mas negou a possibilidade da rescisão do contrato. Agora, a ação do atleta seguirá o trâmite normal, mas dificilmente o atacante conseguirá a liberação via judicial.

Mosquito foi um dos oito jogadores que subiram do time sub-20 para integrar a equipe profissional do Coxa neste começo de temporada. Desses atletas, o jogador, artilheiro do Campeonato Brasileiro sub-20 do ano passado, com nove gols marcados, teria a melhor valorização, mas o novo contrato segue incerto.

O Alviverde pretendia renovar o vínculo do jogador por três anos, tendo um aumento salarial a cada temporada. Em 2018, por exemplo, Mosquito ganharia cerca de R$ 30 mil. A diretoria alviverde propôs ainda uma multa rescisória de R$ 20 milhões e que foi negada pelos empresários do jogador.

Do lado dos empresários de Mosquito, o pedido era de que a multa tivesse um valor bem abaixo do pretendido pela diretoria. A cúpula do Verdão não confirma, mas especula-se que o valor solicitado de rescisão é de apenas R$ 3 milhões, facilitando, assim, uma possível negociação do jovem jogador com qualquer clube no futuro.

Confira a classificação completa do Paranaense

Enquanto a novela da renovação segue intensa nos bastidores, o atacante é quem se prejudica. Apesar de ter feito toda a pré-temporada, a diretoria alviverde só vai autorizar a utilização do atleta pelo técnico Sandro Forner após a renovação do seu contrato. Até lá, Mosquito segue apenas treinando e perdendo a chance de se destacar neste início de temporada, justamente quando o treinador está dando a oportunidade para os atletas que subiram agora das categorias de base do clube.