Depois de garantir a vitória do Coritiba de virada, por 2×1, em cima do São Bento, na última terça-feira (16), o técnico Umberto Louzer demonstrou que tem convicção no trabalho que está fazendo até aqui. Com o cargo em risco, o comandante conseguiu mais tempo na função após bater a equipe do interior paulista.

Ao conduzir o Coxa para a conquista de três importantes pontos na luta pelo acesso à Série A, o treinador deixou claro que busca sempre fazer a equipe ter um bom desempenho e não apenas conquistar o resultado sem uma apresentação convincente.

+ Leia também: Entre cobrança e festa, Couto Pereira viveu todos os climas em vitória do Coxa

“Vou sempre me ocupar para fazer minha equipe jogar bem e vencer. Não jogo pelo resultado, não acredito nisso, jogo pelo desempenho. Não posso perder minha convicção. Só resultado só vai nos levar até certo ponto e não até onde queremos”, detalhou.

Louzer desabafou após ser muito cobrado pela falta de resultados expressivos até aqui à frente do Verdão. Agora com quatro vitorias, três empates e três derrotas nesta segunda divisão, o técnico garantiu que está tentando desenvolver um trabalho sólido para que o resultado possa ser colhido ao final da temporada, com o acesso.

+ Mais na Tribuna: Louzer respira aliviado após virada do Coritiba

Em meio a tantas cobranças e estando ’por um fio’ em seu cargo, Louzer foi muito defendido pelos jogadores. Após a partida, alguns atletas como os meias Giovanni e Rafinha saíram em defesa do treinador, que se sentiu feliz por poder contar com seus atletas.

“O mais importante é a satisfação na adversidade e ser abraçado por todo elenco. Vou continuar trabalhando forte para ter a lealdade do grupo. Os protagonistas são os atletas e os torcedores. Nós somos coadjuvantes, mas tenho que fazer o melhor para exaltar a qualidade do grupo”, comentou ele.

+ Viu essa? Técnico escapou de demissão, diz presidente do Coritiba

Desde que chegou ao Coritiba, Umberto Louzer soma 17 jogos no comando do time, com oito vitórias. O desempenho não é dos melhores e o próprio técnico não está confortável com toda essa situação.

+ Confira a classificação completa da Série B

“Quero deixar claro que eu sou o mais insatisfeito de todos e sou o que mais dependo disso aqui. Minha família depende disso. Nós vamos fazer de tudo para voltar o Coritiba à primeira divisão. Não vamos medir esforços, estarei de corpo e alma aqui”, finalizou.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!