A falta de gols segue sendo a sina do Coritiba no Campeonato Brasileiro. Com quatro gols marcados em oito jogos realizados sob o comando do técnico Ney Franco, o ataque coxa-branca ficou devendo mais uma vez no empate sem gols contra o Figueirense, fora de casa e foi o responsável direto pelo time alviverde não ter conseguido conquistar a sua primeira vitória fora de casa no Brasileirão.

“Nós conseguimos chegar ao gol adversário, principalmente no segundo tempo em três contra-ataques. Nos treinamentos estamos posicionando a equipe mais a frente e cobramos essa movimentação dos atletas. A nossa expectativa é de que agora a gente possa criar as chances, mas também fazer os gols”, explicou o técnico Ney Franco.

Agora, o time coxa-branca, depois do duelo contra a Ponte Preta, quarta-feira, no Moisés Lucarelli, em Campinas, terá dois jogos seguidos dentro de casa para fazer pelo Campeonato Brasileiro contra Corinthians e Goiás. O técnico Ney Franco espera que o time alviverde possa mudar seu rumo nos jogos também dentro de casa e que os tropeços contra Joinville e Ponte Preta não se repitam.

“Fizemos um jogo equilibrado contra o Figueirense e é sempre muito difícil jogar em Florianópolis. Temos que preparar essa equipe para dois jogos seguidos em casa e não podemos mais tropeçar como aconteceu nos jogos contra Joinville e Ponte Preta. Temos que fazer seis pontos contra Corinthians e Goiás”, avisou o treinador.

Walisson estreia com boa atuação

O zagueiro Walisson Maia, depois de ficar por algum tempo sem disputar uma partida oficial, foi um dos destaques positivos do Coritiba no empate contra o Figueirense, fora de casa. O jogador, que não deverá ser mantido na equipe coxa-branca, já que o zagueiro Leandro Silva volta ao time depois de cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo, garantiu que estará preparado se novamente for escolhido para defender o Coxa no Campeonato Brasileiro. “Estou trabalhando para que quando a oportunidade aparecer eu possa estar preparado, seja dentro ou fora de casa.

Sempre quero jogar. O jogador sempre quer jogar e depende do Ney Franco. Vou continuar trabalhando e dar meu máximo novamente quando tiver a oportunidade”, frisou.

Aprovação

A boa atuação do defensor rendeu também elogios do técnico Ney Franco, que aprovou a atuação segura do zagueiro Walisson Maia. “Ele fez uma boa partida. Foi seguro em um jogo difícil como esse. Ele teve muita personalidade, ganhou várias bolas no alto e sempre esteve bem posicionado, ganhando a maioria das jogadas. Ele fez uma boa estreia no Brasileiro”, arrematou.

Até ontem, Walisson era a quarta opção da defesa, atrás dos titulares Leandro Silva e Luccas Claro e do reserva imediato Bonfim. Com Leandro e Bonfim fora e o recém-contratado Rafael Marques sem condições de jogo, ele acabou ganhando a chance.

Por pouco! Leia mais do Coxa na coluna do Massa!