O gol de Ariel no primeiro tempo animou o Coritiba, que esperava sorte melhor, mas após a virada tomada na etapa final, o empate com Enrico acabou sendo comemorado.

“Viemos no intuito de vencer, mas sabíamos das dificuldades porque a Portuguesa é sempre difícil de ser batida. Veio o empate e um pontinho está de bom tamanho”, analisou o zagueiro Demerson.

O meia Dudu concordou com o companheiro. “Poderíamos ter vencido, mas o importante é não perder fora de casa “, avaliou. Já o técnico Ney Franco promete dar mais um puxão de orelhas na zaga.

“Vamos rever o jogo para ver quem estava mal posicionado e fazer uma cobrança para não termos erros na próxima partida. No segundo gol, teve erro de marcação. São questões que precisamos solucionar”, avisou.

Mesmo assim, o comandante saiu satisfeito com o 2 a 2. “Pelas circunstâncias do empate fora de casa avalio que a gente ganhou um ponto”, apontou. Na visão de Ney, o maior problema foi o empate com o América-MG em Joinville.

“O que pesa mesmo foi nosso tropeço em casa. No Brasileiro você tem que sempre buscar os três pontos, mas quando empata um jogo como contra a Portuguesa é um resultado que dá para comemorar”, finalizou.