Ainda tímido para dar entrevistas, o meia Dudu começa a confirmar porque foi contratado por empréstimo até o final do ano pelo Coritiba. Pelo menos, nos treinamentos tem demonstrado ser bom de bola. Após ser “encostado” no Cruzeiro por excesso de opções no elenco, ele preferiu atuar pelo Alviverde do que ter que encarar novamente os juniores.

Assim como Jefferson, o técnico Ney Franco rasga elogios ao novato. “É um jogador talentoso, que tem convocações para seleções de base e já fez partidas no profissional do Cruzeiro”, aponta o treinador. Por enquanto, ele segue trabalhando, mas ainda não estreia no sábado contra o Náutico.

Paraná Online: Como foi a vinda para o Coritiba?

Dudu: Foi legal. Fui bem recebido, estou feliz aqui no clube e espero fazer um bom trabalho e ajudar o time a voltar para a primeira divisão.

Paraná Online: E a tua carreira?

Dudu: Antes de jogar no Cruzeiro estive dois anos jogando no Atlético/GO, mas em escolinha e depois fui para a base do Cruzeiro.

Paraná Online: Quais as tuas características?

Dudu: Sou um meia mais de armação, gosto de jogar um pouco pelas beiradas.

Paraná Online:
O que você achou da estrutura do Coxa?


Dudu:
Nunca tinha acompanhado bem o Coritiba, mas no ano passado vim jogar aqui contra o Coritiba pelo Cruzeiro e vi uma excelente estrutura também. Acho que tem tudo para crescer no futebol brasileiro.

Paraná Online:
Você estava bem no Cruzeiro. O que aconteceu para entrar numa lista de dispensa?

Dudu: Não fui dispensado, mas afastado do grupo porque tinham muitos jogadores mais velhos e o Adilson (Batista, técnico da Raposa) prefere jogadores mais experientes. Então optei por vir para o Coritiba porque achei melhor do que voltar para a base.