Aos poucos, o Coritiba vai reforçando seu elenco para a sequência da temporada. Nos últimos dias, o clube anunciou as contratações do meia Mattheus Oliveira e dos atacantes Ezequiel Cerutti e Ricardo Oliveira. E diante da carência do time nessas posições, todos podem chegar e já serem titulares.

Foi assim com os primeiros reforços para a disputa do Campeonato Brasileiro. O atacante Neílton mal chegou e pouco tempo depois já estreou. O volante Hugo Moura também mal havia sido anunciado e estreou. Por último, na mesma semana em que foi apresentado, o meia-atacante Sarrafiore, mesmo com pouco treinamento, foi titular diante do Vasco.

No entanto, entre esses seis jogadores que vieram ao longo do Brasileirão, dois devem ter posição garantida na equipe: Neilton e Ricardo Oliveira. O primeiro ainda se recupera de uma entorse no tornozelo e o segundo vem para ser o camisa 9 alviverde e resolver o problema do ataque, o pior entre os 20 times da Série A, com apenas oito gols marcados.

O que muda no time do Coritiba?

Assim, com a entrada dos dois, o setor ofensivo sofrerá uma grande alteração. Nos dois últimos jogos, Robson jogou como centroavante e Giovanni Augusto como um atacante pelas pontas. Nesta nova formação, Robson voltaria para a sua posição de origem, jogando pelos lados do campo, fechando o trio ofensivo considerado “ideal”.

Já Giovanni Augusto disputaria uma posição na armação do time com Mattheus Oliveira. Os dois têm como característica servir os atacantes e serem o cérebro do grupo em campo. A diferença é que Giovanni não é tão veloz, sendo um organizador mais centralizado, finalizando também de fora da área, enquanto Mattheus tem mais mobilidade e pode aparecer como um elemento surpresa à frente.

Desta forma, em um cenário com todo o grupo à disposição, o técnico Jorginho deve utilizar esta formação: Wilson; Natanael (Patrick Vieira), Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Hugo Moura (Matheus Bueno) e Giovanni Augusto (Mattheus Oliveira); Robson, Neilton e Ricardo Oliveira.

Um possível time titular do Coritiba, com todas as peças à disposição.

Outras opções

Com a saída de Sassá e a negociação adiantada da venda de Igor Jesus, o Coritiba ficou sem opções no seu elenco e, por isso, precisou improvisar peças. Agora, já tem mais alternativas, como Sarrafiore e Cerutti, que, neste momento, chegam como opções para o segundo tempo.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Os dois são atacantes de lado e possivelmente atuarão com frequência, até pela maratona de jogos do Brasileirão. Sarrafiore, que também pode atuar pelo meio, deve ser mais utilizado nas próximas rodadas, uma vez que Cerutti só chega no mês que vem, quando se abre a janela para contratações de jogadores que vêm do exterior.

Além dos dois, o meio, agora, passa a ser o setor com mais opções, como Matheus Galdezani, Thiago Lopes e Gabriel, que entram com frequência no decorrer das partidas.

+ Mais do Coxa:

+ Coritiba evidencia que precisa de reforços pra sequência do Brasileirão
+ Jorginho pede desculpas à torcida após goleada para o Fluminense


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?