O Conselho Deliberativo do Coritiba confirmou a realização da Assembleia Geral que decidirá a permanência ou não do presidente Samir Namur. Uma reunião extraordinária, marcada para a próxima segunda-feira (26), às 18h, no Couto Pereira, vai tratar dos procedimentos a serem adotados no encontro com os sócios, que deverá acontecer apenas em janeiro. A partir de agora, começam as negociações de bastidores dos dois lados para tentar obter a maioria na Assembleia.

Na oposição, os conselheiros que assinaram o pedido se reuniram na noite de terça-feira (20), em um hotel de Curitiba, para definir os próximos passos e nomes que possam assumir o Alviverde. Segundo o conselheiro vitalício do Coxa, Julio Jacob Junior, que é um dos idealizadores do requerimento, o encontro contou com mais de 40 presentes e foi importante para deixar a par os conselheiros.

+ Leia também: Namur vê pedido de impeachment como algo pessoal contra ele

‘A reunião foi muito boa. Avançamos e chegamos à conclusão de definirmos nomes aptos a assumir o clube até a realização da assembleia. Nosso foco é acompanhar os conselhos e os trâmites internos para garantir a convocação da assembleia dentro do prazo estatutário, que seria a próxima quinta-feira (29)”, afirmou Jacob Junior, em entrevista à Tribuna do Paraná.

Ainda de acordo com o conselheiro, houve uma união para a composição de nomes que possam ajudar o Coxa. O foco é buscar pessoas e, nesse caso, se encaixam ex-presidentes também.. Isto porque o clube, em 2019, terá sua receita de televisão reduzida e terá que buscar patrocinadores pontuais para aumentar seu fluxo de caixa e, assim, ter capacidade de investimento.

+ Mais na Tribuna: Pastana chega ao Coxa prometendo time forte no Paranaense

“Também conseguimos, na minha visão, unir as diversas correntes em torno da necessidade de haver composição forte com nomes que entendem de futebol, de gestão e de captação de recursos. Quanto a nomes, há muita especulação, mas as conversas apenas começaram. A vontade é chegarmos a um time dos sonhos que contemple as necessidades do clube e traga esperança de volta ao torcedor‘, acrescentou.

Samir Namur garantiu que não vai renunciar. Foto: André Rodrigues.
Samir Namur garantiu que não vai renunciar. Foto: André Rodrigues.

A ideia é definir esses nomes em breve e divulgar aos sócios do Coritiba. “Nosso objetivo é poder apresentar esses nomes no menor espaço de tempo entre a convocação da assembleia e sua realização, até mesmo para que o sócio possa decidir pela destituição ou não com certa confiança. Vamos buscar unir grandes nomes e tentar convencê-los que o clube precisa deles todos e unidos”, reforçou Jacob Junior.

+ Futuro: Argel Fucks será o técnico do Coritiba em 2019

O conselheiro também comentou sobre a entrevista concedida por Samir Namur na tarde de terça-feira durante a apresentação do diretor de futebol, Rodrigo Pastana. Na ocasião, o cartola garantiu que está aberto ao diálogo e a uma composição com esses membros que estão questionando seu trabalho.

“Quanto à eventual composição, penso que tem que partir do G5, em especial do presidente Samir. No entanto, nas entrevistas, ele continua se mostrando inflexível. Infelizmente, ele acha que se trata de um movimento pessoal contra ele, o que mostra, mais uma vez, sua visão equivocada sobre a realidade. O que queremos é salvar o Coritiba”, comentou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!