As duas derrotas seguidas do Coritiba, atuando longe de seus domínios, trouxeram um número considerável e preocupante na questão defensiva. Nos últimos dois jogos, o Coxa levou o mesmo número de gols das oito primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro.

Diante de Grêmio, na quinta-feira (22), em Porto Alegre, e do Cruzeiro, no domingo (25), em Belo Horizonte, a equipe alviverde sofreu quatro gols e chegou a oito sofridos no Brasileirão. Os outros jogos com a zaga sendo vazada foram diante Atlético-GO (1), Santos (1) e Botafogo (2).

“Na realidade, nós enfrentamos dois grandes adversários. Contra o Grêmio foi muito equilibrado, tivemos um segundo tempo muito bom e poderíamos ter feito gols, com um resultado melhor. Contra o Cruzeiro, sim, foi abaixo do que fizemos na competição. Sem pressão na bola, erros de passes, sem força ofensiva. Eles souberam controlar tudo isso”, afirmou o técnico Pachequinho.

Em outros cinco jogos, entretanto, o sistema defensivo do Alviverde passou zerado e demonstrou uma segurança para a comissão técnica e torcida. Vitória, Atlético, Palmeiras, Bahia e Corinthians tentaram, mas não conseguiram furar o bloqueio.

Sem vencer há cincos jogos e com o ataque sem balançar as redes há quatro partidas, o Verdão caiu na tabela. Antes dos tropeços da última semana, o time era o terceiro colocado e agora despencou para a nona posição, com 15 pontos, saindo do G-6.

“É sempre difícil marcar fora de casa. O nosso forte é trabalhar a bola, jogar e se aproximar, criando situações e envolvendo o adversário. Contra Corinthians e Bahia fomos superiores, o que não aconteceu foi o resultado, e contra o Grêmio mesmo poderíamos ter saído com um empate. Só diante do Cruzeiro que vi a equipe nem perto do que fizemos em outras partidas”, completou o comandante alviverde.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

No próximo domingo (2), às 19h, o Coritiba recebe o Vasco da Gama, no Couto Pereira, pela 11ª rodada do Brasileirão, em um confronto direto pela parte de cima da classificação. A equipe carioca é a sexta colocada, com a mesma pontuação do Coxa.