O técnico interino Pachequinho pode perder seu principal jogador para escalar o Coritiba para encarar o Toledo, neste domingo (19), às 16h, no Estádio 14 de Dezembro, no Oeste do Estado. O atacante Kléber passou por exames, foi constatado um edema muscular na coxa e o Gladiador é dúvida para o compromisso da oitava rodada do Campeonato Paranaense. O centroavante, porém, está sem dor no local e, dependendo da sua evolução, poderá participar da partida.

Além de Kléber, o treinador pode ter mais três baixas. O volante Jonas, com uma lesão no joelho, foi vetado pelo departamento médico. O zagueiro Walisson Maia, em transição, depois de se recuperar de uma entorse no joelho, tem chances de atuar. O outro desfalque será o meia Matheus Galdezani, que se recupera de um estiramento no ligamento do joelho e deverá voltar a atuar somente no início de abril.

Com isso, Pachequinho tem mais três dias para montar o Coxa para enfrentar o Toledo. Na defesa, Juninho retorna e forma a dupla defensiva ao lado de Werley. Na direita, Dodô pode ganhar a posição de Rodrigo Ramos. Carlinhos deverá permanecer como titular da lateral-esquerda, mas William Matheus, contratado no início deste ano, segue esperando uma chance para estrear pelo Verdão.

A grande dúvida está na formatação do meio de campo do Coritiba, setor com mais problemas nesta temporada. Na contenção, os volantes Edinho e Alan Santos disputam a posição. Na criação, os meias Thiago Lopes, Anderson e Ruy – que se recuperou de uma lesão muscular – brigam por duas vagas.

Quem joga?

O setor ofensivo também segue com algumas dúvidas. Se Kléber for vetado pelo departamento médico, Henrique Almeida deve jogar como homem de referência. Assim, Pachequinho deve optar por dois jogadores de velocidade pelos lados do campo. Os favoritos a iniciarem a partida são Neto Berola e Rildo. Iago Dias também disputa a posição. A definição, no entanto, sairá somente no dia partida, em Toledo.