Ex-treinador do Coritiba, Pachequinho resolveu desabafar nas redes sociais. Em sua conta no Instagram, o técnico lamentou a saída do clube da maneira que foi e fez questão de lembrar que o desempenho dele à frente do time, apesar da sequência ruim, era positivo.

“Devido ao bom início no campeonato, permanecendo em terceiro lugar até a 8ª rodada, o Coritiba está na 13ª colocação, algo que não acontecia nos últimos três anos quando o Clube lutou contra o rebaixamento. Inclusive, durante todas as edições que o Coritiba disputou no Brasileiro, essa é a quinta melhor pontuação (19) que o Clube atingiu na 15ª rodada”, escreveu Pachequinho, destacando também a conquista do Campeonato Paranaense.

Além disso, o treinador, embora assuma responsabilidades por esta queda de produção, ressaltou que a constante troca nos comandos dos times é que é um grande problema no futebol brasileiro.

“Assumo minha responsabilidade mas acredito que essa mudança de técnicos no Brasil é exagerada. Já são sete treinadores em apenas 15 rodadas”, afirmou.

Leia na íntegra a postagem de Pachequinho:

“Lamento não termos conseguido os resultados esperados nas últimas rodadas. Porém, vejo essa oscilação num Campeonato Brasileiro com normalidade, principalmente pelas alterações que são necessárias devido a suspensões e contusões.

Assumo minha responsabilidade mas acredito que essa mudança de técnicos no Brasil é exagerada. Já são sete treinadores em apenas 15 rodadas.

Devido ao bom início no campeonato, permanecendo em terceiro lugar até a 8ª rodada, o Coritiba está na 13ª colocação, algo que não acontecia nos últimos três anos quando o Clube lutou contra o rebaixamento. Inclusive, durante todas as edições que o Coritiba disputou no Brasileiro, essa é a quinta melhor pontuação (19) que o Clube atingiu na 15ª rodada.

Me sinto lisonjeado em ter trabalhado como treinador do Coritiba. Em 2015 ajudei o Clube a se livrar do rebaixamento e essa temporada temos 53% de aproveitamento. E o mais importante, conquistamos o título do Campeonato Paranaense em cima do nosso maior rival.

Quero agradecer aos jogadores que sempre acreditaram e apoiaram meu trabalho, a torcida pelo carinho que sempre teve comigo e a diretoria que me deu a oportunidade de iniciar minha carreira de treinador.

Boa sorte! Estarei, como sempre, na torcida pelo Coritiba!”