SELO_COXA_BARRA_1COL

Apesar da situação complicada, internamente o Coritiba confia 100% na permanência na primeira divisão. Segundo o diretor institucional do clube, Ernesto Pedroso, o fato de o Coxa depender apenas de si aumenta a expectativa de escapar do rebaixamento.

“Está todo mundo trabalhando junto. Temos amplas condições de ganhar o último jogo, só depende de nós. Foi uma situação inusitada. O campeonato está muito estreito e disputado e fica muito difícil. Eu não acreditava na derrota ontem (domingo), mas as circunstâncias do jogo foram terríveis para nós”, lamentou Pedroso.

Na porta da zona do rebaixamento, o Alviverde é o 16º colocado com 43 pontos e tem 36% de chances de cair para a Série B. Se vencer a Chapecoense neste domingo (3), às 17h, na Arena Condá, escapa da degola. Caso tropece, com um empate ou derrota, será necessário uma combinação de resultados nos jogos de Vitória, Sport e Avaí, rivais na briga.

Sobre as ações da diretoria para evitar o descenso, Pedroso garante que todos estão trabalhando para evitar um desastre. “A diretoria está envolvida até o pescoço. Acreditamos no comando firme e sério que está sendo feito. Todos perdem o ânimo quando você perde uma partida ou uma colocação no Campeonato Brasileiro, mas todo mundo está buscando o melhor dentro das competências de cada um”, ressaltou.

Confira a classificação completa do Brasileirão

Para dificultar, o último adversário na competição ainda briga por uma vaga na Libertadores. Na nona colocação, com 51 pontos, a Chapecoense precisa de uma vitória e torce para o G7 virar G9 e estar na principal competição do continente em 2018.