Pressionado pela perda do primeiro turno para o rival Atlético, o Coritiba encara o returno na base de uma decisão a cada partida para se garantir na final do Campeonato Paranaense e tentar o tricampeonato. A escalada começa hoje, às 19h30, no Couto Pereira, contra o Toledo. Para tanto, a promessa é de força máxima para acabar com a frustração da fase anterior do Estadual, que tirou a vaga do Alviverde e a possibilidade de conquista antecipada do título.

No time, retornam Jackson, Pereira e Willian, além de uma aposta em Everton Ribeiro na criação do meio-campo contra o Toledo. A novidade na equipe, aliás, expressou como o Coxa se sentiu ao perder o turno. “Está todo mundo triste e puto da vida por não ter conseguido o primeiro turno. Vamos mostrar no segundo turno que o Coritiba veio para ser campeão paranaense”, avisou Everton Ribeiro.

Segundo ele, o Alviverde já poderia ter se garantido na final, mas vacilos tiraram essa possibilidade. Agora, será preciso suar mais a camisa. “A gente trouxe uma pressão para a gente não conseguindo o primeiro turno. Mas é uma pressão que a gente sabe que tem condição de aguentar. Então estamos tranquilos. Sabemos do potencial do nosso futebol. Temos que manter a pegada no campeonato, que vamos conseguir”, promete.

Para o técnico Marcelo Oliveira, time grande vive sob pressão de resultados e no Alto da Glória não é diferente. “Nós temos que nos indignar com a perda do primeiro turno, porque acho que perdemos um jogo que poderíamos ter conquistado os três pontos dentro de casa. Ao mesmo tempo, precisamos passar confiança, passar tranquilidade e ter um sentimento de cobrança em cada um de nós. É preciso se doar um pouco mais para buscar o segundo turno e avançar na Copa do Brasil. Temos trabalho, disposição e estrutura para que isso aconteça. Depende de nós”, analisa.

O técnico aproveitou para analisar o que o time precisa demonstrar no segundo turno. “Precisa de um equilíbrio maior entre defesa e ataque, uma atenção redobrada para não tropeçar em situações que nos pareçam confortáveis. É necessário fazer de cada jogo uma decisão”, destaca. Por isso, ele promove os retornos do lateral-direito Jackson, após suspensão, e do zagueiro Pereira e do volante Willian, que se recuperaram de lesões. No meio-campo, ele ainda deixou uma dúvida entre Tcheco e Gil, mas confirmou Everton Ribeiro.