A décima rodada seguida na zona de rebaixamento, com cinco jogos sem vitórias e a vice-lanterna do Brasileiro, gerou ameaças no Coritiba. Nessa segunda-feira (20) o portão 3 do Couto Pereira, na rua Amâncio Moro, amanheceu pichado com a frase: “Acabou o caô. Ou joga por amor ou joga por terror”. A pichação rapidamente foi apagada por funcionários do clube.

Não é a primeira vez que o estádio alviverde passa por vandalismo. Em outubro de 2013, também em uma fase ruim no Brasileiro, a pichação foi “2009??? Cuidado! Raça!”. Uma referência ao último ano em que o Coritiba foi rebaixado para a Série B.

Este ano não é o primeiro ato de cobrança mais forte de torcedores ao elenco. Após a derrota por 1 a 0 contra o Flamengo, na estreia do técnico Ney Franco, integrantes da organizada Império Alviverde foram até o vestiário cobrar os jogadores, que na semana seguinte jogariam o Atletiba.

O elenco coxa-branca está fora de Curitiba. Os jogadores seguiram direto de Florianópolis para Campinas, onde o time enfrenta a Ponte Preta, nesta quarta-feira (22), pela Copa do Brasil.