Vencer e convencer. Foi o que animou Pachequinho após o jogo do sábado (27) contra o Vitória, em Salvador. Não foram apenas os três pontos que vieram no 1×0 na Arena Fonte Nova, mas também uma afirmação da atitude do Coritiba. Se mais uma vez o time tivesse pressionado e terminasse sem vencer, o treinador sabe que poderia ver algumas contestações ao perfil mais agressivo usado nos jogos fora de casa – igual ao que será o estilo alviverde no Couto Pereira. Com o triunfo, coroado com o gol de letra de Rildo, o treinador vê o time mais confiante para seguir este ritmo, inclusive no clássico Atletiba do próximo final de semana, no Couto Pereira.

Coxa vence a primeira fora com golaço de Rildo!

Ainda em Salvador, o técnico do Coxa festejou o comportamento da equipe. “Vitória importante. Ainda mais uma vitória fora de casa, principalmente na véspera de um clássico. A maneira como atuamos no segundo tempo fortalece muito mais o que temos de convicção da equipe, fora ou dentro de casa. Nosso comportamento foi sempre atacar e jogar, e sem a bola termos inteligência para marcar o adversário”, comentou Pachequinho, ressaltando a evolução do time na etapa final.

No primeiro tempo, o Coritiba teve mais dificuldades para atacar, e mesmo assim teve as melhores chances com Henrique Almeida. Na volta do intervalo, apesar de ter feito na teoria uma alteração defensiva (a entrada de Jonas para a saída de Tomas), Pacheco deu liberdade a Matheus Galdezani e Alan Santos, e principalmente fez com que William Matheus entrasse no jogo. “Primeiro tempo o Vitória fez pressão, forçou o jogo, mas com a nossa defesa consistente, o meio-campo bem posicionado, conseguimos neutralizar as ações deles. E, no segundo, conseguimos ter mais posse, acertar mais o passe e chegar mais na frente com a bola trabalhada”, avaliou o técnico.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

No decorrer da etapa final, Pachequinho apostou em Tiago Real e Rildo, e os dois criaram a jogada do gol da vitória. “Nós temos um grupo e eu digo isso a eles, que independente de quem joga, não podemos deixar cair o ritmo e a qualidade. Dessa forma nós conseguimos, tanto quanto a entrada do Jonas, como Tiago Real e Rildo, conseguimos ter o controle do jogo e a organização ofensiva. Méritos ao grupo que sabe o que é essa competição”, disse o comandante coxa, valorizando o elenco. “Tem que dar os parabéns aos atletas pela disposição, porque conseguiram uma vitória na casa do adversário, todos se superaram e procuraram se empenhar ao máximo. É dessa forma que vamos construir um Coritiba forte para o Campeonato Brasileiro”, finalizou.