Não é só apoio que os dirigentes do Coritiba vão dar ao técnico Ivo Wortmann. A diretoria também deverá apressar a busca por reforços já que o elenco tem mostrado deficiências e também irritado os torcedores, apesar da fúria inicial ter recaído sobre o treinador e sobre o coordenador de futebol Paulo Jamelli.

“Temos que sair desse momento tecnicamente ruim com mais jogadores que venham somar ao grupo”, revela Jurandir Marcondes Ribas Filho, o Pipico, membro do G9 e que está respondendo pela direção de futebol.

De acordo com ele, mesmo afastado para assuntos particulares nos EUA, Homero Halila, o titular da função, tem mantido contatos diários com o restante da diretoria para reforçar o elenco.

“O Coritiba é um clube que está sempre preparado para contratações de vulto e isso está sendo trabalhado”, destaca o dirigente. Mesmo assim, ele aposta na disputa do título com o Atlético. “O plantel é de bom gabarito, se não o melhor junto com o Atlético. As duas equipes são as principais candidatas ao título”, avalia.

Por outro lado, ele não vê má vontade de quem vem jogando. “Não vejo isso. No domingo, conversamos demoradamente, cumprimentei a todos e não vi nada de corpo mole dos jogadores. Não vi absolutamente nada. (Os maus resultados) são uma questão circunstancial”, analisa. E mais, ele também garantiu total apoio ao treinador.

“O que posso dizer é que estamos lá e o Homero tem se dedicado. O Ivo é um técnico competente, trabalhador e, se os resultados não estão vindo, não podemos culpar só o treinador ou só os jogadores”, diz.

No domingo, Pipico lembrou que esteve na concentração até o início da tarde e que foi ao vestiário após a partida com Vilson Ribeiro de Andrade, vice-presidente do conselho deliberativo. “Estivemos nos solidarizando com o Ivo”, finaliza Pipico.