O técnico Sandro Forner comanda nesta quarta-feira (24) a última e única atividade visando o compromisso do Coritiba contra o Rio Branco, que acontece nesta quinta-feira (25), às 20h, no Couto Pereira. Para este duelo, o treinador deve manter a mesma formação que empatou em 1×1 com o Prudentópolis no último domingo (21), na estreia no Campeonato Paranaense. No entanto, existe a possibilidade de poupar alguns atletas.

Por ser início de temporada e o time ainda não estar com a condição física ideal, os jogadores sentem a falta de ritmo e algumas alterações podem ser feitas, seja para descansar os que sentiram mais, ou até mesmo para que outros já tentem entrar na melhor forma possível. Por outro lado, repetir a escalação facilitaria o entrosamento da equipe.

Titular na primeira rodada, o lateral-esquerdo William Matheus ressaltou que, se depender dele, a formação será a mesma, justamente para ganhar mais ritmo de jogo.

“Eu prefiro jogar, porque além de me condicionar fisicamente, dá ritmo de jogo, entrosamento. Mas o Sandro tem uma equipe capacitada e sabe o momento de poupar os jogadores e de dar ritmo”, afirmou.

Confira a classificação completa do Paranaense

Além disso, o jogador sabe que qualquer espaço que dê para a concorrência pode custar a vaga lá n frente. Apesar de ser mais experiente e ter iniciado como titular, William Matheus não se vê com uma cadeira cativa entre os 11 iniciais do Coxa.

“Eu jamais vou me considerar titular absoluto. Sempre trabalhei da mesma forma. Sou um cara muito focado, quero sempre fazer o melhor, até porque é bom para mim e para o time”, completou o lateral.