Apesar da paralisação do futebol brasileiro, por conta do novo coronavírus, desde o último dia 16 de março, o Coritiba segue trabalhando nos bastidores. E uma destas questões que o clube vem tratando é em relação a reforços para a sequência da temporada.

Embora ainda não tenha uma previsão exata para a volta das atividades, o presidente Samir Namur admitiu que o Coxa tem carências no elenco e está de olho no mercado. No entanto, novidades só devem surgir quando o futebol voltar à sua normalidade.

“O planejamento do futebol, conversa sobre elenco, carências, é contínua. Continuamos analisando o mercado, sabemos que tinham algumas carências no elenco em certas posições e continuamos procurando. É claro que não vamos efetivar nenhum negócio neste momento, mas à medida que passarem as semanas vamos trazer reforços, sim”, garantiu o dirigente, em entrevista à rádio Banda B.

E essas conversas incluem também o técnico Eduardo Barroca, que teve seu trabalho elogiado por Samir Namur. Segundo o presidente, tudo aquilo que foi discutido ao contratar o treinador foi colocado em prática neste início de temporada.

+ Mafuz: O Coritiba ontem, hoje e amanhã

“Quando foi colocada essa proposta na mudança da forma de jogar o Eduardo Barroca veio e agora o time joga com as linhas mais altas, pressiona o tempo inteiro na marcação, tem mais posse de bola, isto foi visto nestes 12 jogos até aqui. Aquilo que foi proposto foi cumprido, claro que com alguma dificuldade no início de temporada”, disse ele, lembrando até da atuação no 4×0 no Atletiba, o último jogo antes da parada.

“Se pegar o Atletiba, por exemplo, pegamos um adversário mais qualificado, com gramado melhor e a gente viu que a proposta do Eduardo Barroca funcionou perfeitamente. Isso mostra uma evolução no trabalho e a parada, tecnicamente, veio em um momento muito ruim. A gente via que as coisas iam melhorar”, completou.

+ Mais do Coxa:

+ Rafinha fala sobre rotina diferente por conta da pandemia
+ Barroca pede nova “pré-temporada” pro Coritiba retomar bom futebol