Faltando menos de uma semana para iniciar a pré-temporada de 2019, o Coritiba, nesta entressafra do mercado da bola, não confirmou nenhuma contratação. A realidade do Coxa, por ora, é a base do time remanescente da última temporada, quando fracassou em campo e passou longe de conquistar o acesso à primeira divisão na disputa da Série B. Sem contar os reforços, que devem ser confirmados nos primeiros dias de trabalho do novo ano, o técnico Argel Fucks tem apenas 23 jogadores à sua disposição.

+ Leia também: Coxa mira laterais de Botafogo e Vitória

Assim, o torcedor do Verdão, com o atual elenco, veria um time base sem grandes novidades. Somente o lateral-direito Felipe Mattioni, que disputou a Série B pelo Juventude e foi rebaixado à terceira divisão, confirmou que vai defender o Alviverde em 2019. Assim, na defesa, ele seria a única cara nova, já que Leandro Silva, titular ao longo da temporada, não permaneceu no clube e acertou com o América-MG.

Ainda na defesa, a base do time titular do Coritiba teria também o goleiro Wilson, os zagueiros Rafael Lima e Alan Costa e o lateral-esquerdo William Matheus. Ainda para a defesa, o treinador conta com os zagueiros Alex Alves, Geovane, Romércio e Thalisson Kelven e o lateral-esquerdo Henrique Gelain.

+ Mais na Tribuna: Piá do Couto, Thalisson Kelven ganhou mais espaço no Coritiba

O setor mais carente do Coritiba é o meio de campo. Foram várias saídas ao final da temporada e certamente a diretoria deve buscar mais reforços para 2019. Para o setor de contenção, estão à disposição somente os volantes Vitor Carvalho, titular em boa parte de 2018, Julio Rusch, e Simião. Os dois últimos foram irregulares durante a temporada.

Já a armação, tão carente neste ano, também não traz opções interessantes para o início da pré-temporada. O meia Matheus Bueno, que subiu recentemente das categorias de base, foi utilizado nos últimos jogos da Segundona, e é uma das principais esperanças do clube. Carlos Eduardo, que está machucado e tem contrato somente até maio de 2019, é outro que pode ser opção.

+ Vai e vem: Confira TODAS as notícias sobre o mercado da bola!

Além deles, o Coxa conta com os armadores Kady, Thiago Lopes e Yan Sasse. O trio não conseguiu se firmar em 2018 e não dá nenhuma estimativa de que possa suprir a carência do clube de ter um camisa 10 para os desafios do ano que vem. Yan Sasse, inclusive, pode até ser negociado, já que América-MG e Fortaleza demonstraram interesse em contar com o jogador.

O ataque do Coritiba tem apenas um titular absoluto. Guilherme Parede, artilheiro do clube em 2018, será mais uma vez a grande esperança de gols do Alviverde em 2019. Além deles, o clube conta com Iago Dias, Nathan e Pablo Thomaz. Os dois últimos são crias da base, chegaram a jogar algumas partidas da Série B, mas não se firmaram e terminaram o ano atuando na equipe de aspirantes.

Por isso, o setor ofensivo é mais um carente e que deve receber uma atenção maior no mercado. A busca da diretoria deve ser por pelo menos mais um atacante de velocidade pelo lado do campo e também por um homem de referência e que possa se candidatar ao cargo de goleador, algo que não se vê há algum tempo no Verdão.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!