Com dificuldades para trazer reforços já na reta final do prazo de inscrições para a sequência da disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba está tendo que apostar em jogadores do próprio elenco para tentar seu rumo no torneio. O atacante Alecsandro, que treinava em separado até a semana passada, foi reintegrado pelo técnico Tcheco e relacionado para o duelo contra o Brasil de Pelotas nesta segunda-feira (27), às 20h, no estádio Bento Freitas, no Rio Grande do Sul.

Confira todos os detalhes do jogo de vida ou morte do Coxa!

Alecsandro havia sido afastado pelo ex-técnico Eduardo Baptista e pelos ex-integrantes do departamento de futebol do Coritiba, Augusto de Oliveira e Pereira. A decisão foi tomada no dia 7 de agosto e, dias depois, o clube passou por uma reestruturação no seu departamento de futebol. Mesmo com Tcheco no comando, o camisa 9 seguiu treinando em separado até a semana passada, quando o treinador optou por reintegrar o jogador ao elenco.

O centroavante coxa-branca não atua desde o dia 29 de junho, quando o Coritiba, fora de casa, empatou em 2×2 com o CSA. Na ocasião, o jogador entrou no segundo tempo e foi responsável direto pelo primeiro gol sofrido da equipe alagoana aos 35 minutos quando o Verdão vencia por 2×0. Na sequência, o time da casa acabou conseguindo o empate aos 50 minutos de partida.

TAMBÉM NA TRIBUNA: Confira os números de mais uma pesquisa eleitoral pra presidente!

Desde então, Alecsandro sequer foi relacionado para uma partida até que o técnico Eduardo Baptista e membros do departamento de futebol decidiram afastar o jogador do grupo principal. Neste meio tempo, a diretoria coxa-branca tentou a negociação do atleta com Fortaleza e Londrina, mas sem sucesso. Isto porque além da idade mais avançada – 37 anos -, o camisa 9, no Coxa, conviveu com algumas lesões e a dificuldade para adquirir a forma física ideal.

Confira a tabela e a classificação da Série B!

Agora, sob o comando de Tcheco, Alecsandro pode ganhar uma sobrevida no Coritiba nesta reta final de temporada. Diante do Brasil de Pelotas, o jogador deve iniciar a partida no banco de reservas. Isto porque o ataque coxa-branca deverá ser formado mais uma vez por Guilherme, Guilherme Parede e Bruno Moraes. A presença do último ainda não é certa, já que o treinador pode optar pela utilização de dois atacantes e, assim, atuar com dois homens de criação no meio de campo.