Maior intervenção no Couto Pereira em 40 anos, dia a dia a nova reta da Mauá toma forma. Depois do processo de demolição e reforço da parte estrutural, desde o final da semana passada operários realizam a concretagem da laje do segundo anel do setor Pro Tork. No local, será erguido o principal elemento do projeto, com 38 camarotes e uma estrutura completa de alimentação e serviços.

Projetado para abrigar a nova ala vip do estádio, desde meados de junho a antiga reta da Mauá vai se transformando no engenhoso Espaço Pro Tork. Com o início desta nova etapa, a obra de revitalização do setor ficará mais visível aos olhos dos torcedores alviverdes. Ao longo de cinco meses, as modificações, apesar de aparentes, consistiam na parte estrutural do projeto. Com a interdição total do setor aos torcedores, em agosto, as obras se intensificaram.

Simultaneamente à retirada completa das antigas cadeiras, foi iniciado o trabalho das novas fundações e da demolição parcial da parte inferior da Mauá. Outra empreitada deslocou a iluminação. Com investimento total de R$ 16,6 milhões, e prazo de execução de 300 dias – previsto em contrato -, o novo Espaço Pro Tork contará com quase cinco mil novas cadeiras e 38 camarotes.