Chegou ao fim a segunda passagem do ex-jogador Tcheco pela comissão técnica do Coritiba. Profissional da comissão técnica permanente do clube e que chegou a comandar o Coxa em oito partidas na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, mas sem sucesso, Tcheco foi demitido nesta segunda-feira (19). O clube ainda não divulgou oficialmente, mas o ídolo alviverde dos gramados se despediu do Verdão nas redes sociais.

+ Leia mais: Oposição protocola pedido de Assembleia Geral

“Com coração apertado, mais uma vez eu me despeço desse clube, que tenho muito carinho, respeito e identificação. Quero agradecer sempre o apoio do torcedor, hoje passo a ser um de vocês. Gostaria de agradecer a diretoria pela oportunidade, sei que não é um caminho fácil, mas ano que vem será mais próspero, agradecer a todos os companheiros do CT e do Couto Pereira pelo respeito e companheirismo de sempre. Quem sabe um dia eu volto! Obrigado Coxa”, disse Tcheco em sua conta do Instagram.

https://www.instagram.com/p/BqXiM12l0Sw/

+ Fique atento: Coritiba x Fortaleza foi antecipado

A demissão de Tcheco já prova a reestruturação que o Coritiba deve passar em todos os setores a partir de agora. Haverá um corte considerável no quadro de funcionários do clube e do então auxiliar-técnico da comissão técnica permanente foi a primeira decisão do presidente Samir Namur.

+ De olho: Confira a tabela e a classificação da Série B

A tendência é de que Matheus Costa, contratado no decorrer do ano depois que Tcheco assumiu o comando do Coritiba, também deixe o clube. Na contramão das demissões, a diretoria coxa-branca também deve confirmar nas próximas horas a contratação do diretor de futebol Rodrigo Pastana e a possível permanência do técnico Argel Fucks.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!