O empate em 2×2 diante do Criciúma, na noite de terça-feira (21), fora de casa, não foi nem de perto o resultado almejado pelo Coritiba na sua tentativa para se reaproximar do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, para o técnico Tcheco, o time teve uma mudança de postura, especialmente depois de estar perdendo por 2×0 e por ter conseguido a reação para voltar com um ponto na bagagem. O treinador acredita que esse ponto pode ter sido um marco para a recuperação do Verdão na segunda divisão em busca do acesso à elite.

“A postura mudou, não só com relação ao jogo contra o Atlético-GO, mas com relação aos outros jogos. Mudou consideravelmente. E por conta disso chegamos ao empate e por pouco não viramos no final. Esse aspecto é o mais fundamental, a forma que o time brigou, insistiu e lutou. Se novamente não estava nas melhores noites na parte técnica, a força de vontade na busca pelo placar sobressaiu. Relatei isso para eles na reza final, por ter um homem a menos no final, esse pode ter sido um pequeno marco para a gente engrenar vitórias que fazem subir não só na tabela, mas também a confiança e outros aspectos”, frisou o comandante coxa-branca.

O início de jogo ruim do Coritiba diante do Criciúma, quando sofreu dois gols seguidos em um intervalo de três minutos, foi o ponto baixo da atuação da equipe. Tcheco afirmou que a ansiedade atrapalhou o Coxa no começo da partida, mas enalteceu a importância do gol marcado por Guilherme, aos 46 minutos do primeiro tempo, para a conquista do empate no Heriberto Hülse.

“Creio que entramos com muita sede ao pote. Tínhamos a ideia de não jogar com um homem de área, para sair com dois homens para os contra-ataques, pois estávamos esperando o Criciúma vindo para cima, já que estava jogando na casa. Mas depois de uma certa pressão, logo sai o primeiro gol e sai o segundo. Pedi calma para ajeitar novamente e, no final, conseguimos um gol e fomos para o intervalo com a autoestima elevada, acreditando um pouco mais. Com certeza os dois gols geraram um pouco de ansiedade e atrapalhou um pouco a condição dos jogadores”, finalizou ele.

Confira a classificação da Série B

Apesar de ter, até certo ponto, comemorado o empate diante do Criciúma, fora de casa, o Alviverde viu a distância para o G4 aumentar. Com 30 pontos, o Coxa permaneceu na décima colocação, mas agora está seis atrás do Avaí, que é o atual quarto colocado. Para diminuir a distância, o Verdão terá que vencer o Oeste nesta sexta-feira (24), às 19h15, no Couto Pereira.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!