Em meio a uma campanha de recuperação, depois de confiar a uma equipe alternativa a disputa das primeiras cinco rodadas do Campeonato Paranaense, enquanto realizava sua pré-temporada, o time titular do Coritiba registra um início promissor dentro da competição. No saldo de duas rodadas, o Alviverde abocanhou as duas equipes mais regulares da competição, o atual líder Rio Branco, no último domingo, e quarta-feira passada o J. Malucelli, que vinha na ponta da tabela do Estadual. O fôlego conquistado abre perspectivas favoráveis para o técnico Dado Cavalcanti. Em franca ascensão e mirando a liderança, de acordo com o treinador o próximo passo do Coxa, 3º colocado com 11 pontos, é conquistar sua terceira vitória consecutiva domingo às 16h contra o lanterna Toledo, no sudoeste do Estado. “A distância para o primeiro (colocado, o Rio Branco com 13 pontos) está encurtando, e nosso objetivo dentro dos jogos é esse. Construímos duas vitórias e estamos encurtando o espaço para o líder do campeonato, que já foi de cinco pontos. Vamos ver o que precisaremos para chegar ao topo (da tabela), e quem sabe ir com força no sistema de mata-mata”, afirmou o treinador.

Se o Coritiba não apresentou sua melhor qualidade de jogo nas vitórias contra o Leão da Estradinha, por 2×0, e o resultado simples de 1×0 sobre o Jotinha, dentro do Couto Pereira, o resultado ao menos reabilitou o Alviverde no Paranaense, além de confirmar que o atual tetracampeão não está a passeio na competição. Satisfeito pelo conjunto da obra, Dado Cavalcanti já previa as dificuldades enfrentadas contra a equipe do Barigüi e aprovou a desenvoltura de seus comandados. “O Jota até então era o atual líder da competição e invicto, não tinha perdido nenhum jogo e sempre mostrou uma consistência muito grande. Nós sabíamos que pelo adversário o jogo seria difícil, mas nosso primeiro tempo foi muito bom. Encaixamos muito rápido o jogo, saímos em velocidade e tivemos excelentes oportunidades, criando situações por dentro e pela lateral do campo. Bem diferente do jogo anterior”, comentou o treinador, que já projeta uma evolução ainda maior contra o Toledo. “A gente vai ganhando mais competitividade, dentro do método tentativa e erro até encontrar a maneira ideal de jogar. As coisas tendem a melhorar”, completa.

Time Misto

Embalado no Campeonato Paranaense, o Coritiba pode levar a campo uma formação mista para a partida de domingo contra o Toledo, lanterna da competição. Sem contar com força máxima, já que o meia-atacante Roni segue vetado pelo departamento médico por conta de uma lesão muscular, assim como o angolano Geraldo, seu substituto imediato, não será propriamente uma surpresa caso técnico Dado Cavalcanti opte por priorizar o tempo de recuperação da equipe – que realizará seu terceiro compromisso consecutivo num período de sete dias. Se confirmado, entre os poupados devem estar os atletas mais experientes e que exigem um cuidado maior, casos do meia Alex e do atacante Deivid. A definição do comandante alviverde acontece no treinamento de hoje à tarde, no CT da Graciosa.